Notícias | Dia a dia | Wimbledon
Halep joga demais e decide Wimbledon pela 1ª vez
11/07/2019 às 10h39

Londres (Inglaterra) - A romena Simona Halep mostrou um grande tênis na primeira semifinal feminina desta quinta-feira contra a ucraniana Elina Svitolina. Abusando das paralelas, a ex-número 1 do mundo teve um grande desempenho e derrubou a rival em sets diretos, marcando parciais de 6/1 e 6/3 em 1h13 de confronto.

Campeã do ano passado em Roland Garros, onde foi vice em 2017 e 2014, a romena também já havia disputado uma final no Australian Open de 2018, mas nunca havia ido tão longe em Wimbledon e irá disputar a decisão pela primeira vez na carreira. Ela espera agora a vencedora do duelo entre a norte-americana Serena Williams e a tcheca Barbora Strycova.

Halep tem um péssimo histórico contra a caçula das irmãs Williams, vencendo apenas um dos 10 confrontos entre elas. Serena já derrotou a romena três vezes em Grand Slam, uma delas em Wimbledon, oito anos atrás, pela segunda rodada do torneio. Caso a rival na final seja Strycova, aí a vantagem é para Halep, que tem cinco vitórias e apenas uma derrota contra a tcheca.

Os dois primeiros games da partida foram disputadíssimos e levaram 20 minutos, com Halep abrindo 2/0. Svitolina chegou a devolver a quebra no terceiro game, mas depois disso só deu a romena, que venceu os quatro games seguintes, batendo o saque da rival mais duas vezes, e fechou o set inicial com um imponente 6/1.

A situação se equilibrou para a segunda parcial, que se manteve sem quebras até a segunda metade. Depois de chegarem igualadas ao 3/3, veio mais uma arrancada de Halep, que conseguiu mais dois breaks seguidos para cima de Svitolina e assim sacramentou a vitória e a vaga na decisão de Wimbledon no sábado.

Trabalhando muito bem com a mudança de direção das bolas, indo diversas vezes para paralelas vencedoras, Halep terminou o jogo com 26 bolas vencedoras contra apenas 10 de Svitolina, com ambas cometendo os mesmos 16 erros não forçados. A romena ainda venceu 65% dos pontos com o saque e 54% quando estava na devolução.

Com a campanha no Grand Slam britânico, Halep assegura seu retorno ao top 5, indo para a quarta colocação. Ela não conseguirá subir mais mesmo se for campeã, porém encurtará ainda mais a distância para as três primeiras. A romena garante ao menos um cheque de 1.175.000 libras, para a vice-campeã, e pode faturar 2.350.000 libras se for campeã. Svitolina sairá com um prêmio de 588 mil libras.

Comentários