Notícias | Dia a dia | Wimbledon
Cilic e Isner se despedem ainda na segunda rodada
04/07/2019 às 12h35

Semifinalista no ano passado, Isner tinha 720 pontos a defender

Foto: Divulgação

Londres (Inglaterra) - Apesar de seu bom histórico em quadras de grama, Marin Cilic foi precocemente eliminado em Wimbledon. Finalista do Grand Slam britânico em 2017 e dono de dois títulos no piso, o croata caiu na segunda rodada para o português João Sousa, 69 do ranking, com triplo 6/4.

Este é o segundo ano seguido que Cilic cai na segunda rodada em Wimbledon. Na temporada passada, ele foi surpreendido pelo canhoto argentino Guido Pella em cinco sets. O ex-número 3 do mundo atualmente apenas no 18º lugar do ranking. Na temporada, o croata de 30 anos venceu apenas onze jogos e foi bastante prejudicado por lesão no joelho direito.

Responsável por eliminar Cilic, Sousa já iguala o melhor resultado da carreira em Wimbledon ao repetir a terceira rodada de 2016. Seu próximo adversário é o britânico Daniel Evans, 61º do ranking, que derrotou o georgiano Nikoloz Basilashvili, 16º, por 2/6, 4/6, 6/4, 6/4 e 8/6. Lembrando que Evans é o último britânico na chave de simples e ganhou dois challengers na grama este ano, em Surbiton e Nottingham.

Isner não defende semi
Outra eliminação precoce foi a de John Isner, número 12 do mundo e semifinalista do torneio no ano passado. O experiente norte-americano de 34 anos perdeu para o cazaque Mikhail Kukushkin, 58º colocado, por 6/4, 6/7 (3-7), 4/6, 6/1 e 6/4.

Isner tinha 720 pontos a defender e faz apenas 45. Ainda assim, deverá permanecer entre os 20 melhores jogadores do mundo. Ele teve uma lesão no pé esquerdo no início do ano e estava sem jogar desde março, em Miami. Já Kukushkin encara o alemão Jan-Lennard Struff, que derrotou o norte-americano Taylor Fritz, campeão na grama de Eastbourne na semana passada, por 6/4, 6/3, 5/7 e 7/6 (7-3).

Comentários