Notícias | Dia a dia | Wimbledon
Monteiro dá trabalho, mas cai diante de Nishikori
02/07/2019 às 09h20

Londres (Inglaterra) - A vasta experiência jogou a favor do japonês Kei Nishikori. Apesar de ter feito uma partida de boa qualidade num piso pouco adaptável a seu estilo, o cearense Thiago Monteiro parou diante do número 7 do ranking em três sets bem disputados, com parciais de 6/5, 7/6 (7-3) e 6/4

Nishikori aguarda agora o vencedor de Denis Istomin e Cameron Norrie, enquanto Monteiro deixa Wimbledon com o prêmio de US$ 57 mil e 35 pontos somados no ranking, o que pode render subida de até 12 posições, colocando-o novamente à porta do top 100.

Monteiro sofreu quebras precoces nos dois primeiros sets, mas de forma geral conseguiu ser competitivo num piso difícil para seu estilo cheio de topspin. Precisou improvisar golpes com preparação mais curta, usar slices com frequência e forçar mais a finalização dos pontos. Por isso acabou tendo uma atuação até surpreendente.

Com golpes mais retos batidos na subida da bola, Nishikori chegou a Wimbledon sem torneios preparatórios mas com o animador histórico de ter atingido as quartas no ano passado. Fez um pouco de tudo contra o brasileiro, muitas vezes optando até por saque-voleio. Só falhou mesmo quando teve saque com 5/4 para fechar o segundo set.

Foi o grande momento do cearense na partida. Recuperou a quebra e virou para 6/5 com um tênis muito consistente e depois abriu 3-1 no tiebreak. Mas foi enganado por um quique irregular logo em seguida e não venceu mais um único ponto.

Monteiro conseguiu sustentar o saque por mais tempo no terceiro set, mas quando sacou sob a pressão do 4/5 acabou tendo de forçar mais e então sofreu a quebra decisiva. Cearense errou menos que o adversário na partida (23 a 33), porém o top 10 fez mais winners (36 a 22), com ambos colocando 70% do primeiro saque em quadra.

Comentários