Notícias | Dia a dia | Wimbledon
Nadal cobra atitude da ATP contra Wimbledon
29/06/2019 às 13h17

Após duas derrotas em partidas de exibição na grama, Nadal iniciou os treinos no All England Club

Foto: Divulgação

Londres (Inglaterra) - O espanhol Rafael Nadal continua reclamando da organização de Wimbledon e sua definição particular dos cabeças de chave, que não segue o ranking da ATP e sim um ‘ranking da grama’, que dá maior importância aos resultados obtidos sobre o piso no qual é disputado o terceiro Grand Slam da temporada.

Rebaixado de cabeça de chave 2 para 3, o canhoto de Mallorca seguiu o tio Toni e cobrou uma atitude mais dura da entidade que regula o circuito. “A ATP dá 2000 pontos a este evento e o deixa fazer o que bem quer; isso é algo que não entendo. Se querem fazer suas próprias regras, a entidade máxima do circuito deveria repensar a quantidade de pontos que dá a este evento”, disparou Nadal.

“Venho aqui para jogar tênis e não importa muito se sou o segundo ou o terceiro pré-classificado, mas essas mudanças acabam atrapalhando todos os demais. Os tenistas trabalham o ano inteiro e chegam aqui podendo enfrentar uma chave mais difícil apenas por causa das regras de Wimbledon. Respeito o torneio, suas regras e sua história, mas não acho isso justo”, completou o espanhol.

Derrotado nos dois jogos que fez na exibição de Hurlingham, perdendo para o croata Marin Cilic e para o francês Lucas Pouille, ele minimizou os resultados negativos. “Não joguei mal, mas enfrentei adversários que já estavam treinando na grama há mais tempo do que eu. Meu objetivo agora é focar na primeira rodada contra Sugita e ver se sou capaz de vencer essa partida”, analisou.

 
 
 
 
 
Ver essa foto no Instagram
 
 
 
 
 
 
 
 
 

Competing or just for fun, whatever, simply enjoy and try your best. Ready for @wimbledon. @babolat #PureAero #WeLiveForThis #Wimbledon

Uma publicação compartilhada por Rafa Nadal (@rafaelnadal) em

“Vou treinar aqui hoje à tarde a amanhã; creio que estou melhorando a cada dia desde que cheguei em Londres e espero estar preparado para o início do torneio”, complementou Nadal, que estreará contra o japonês Yuichi Sugita.

Questionado sobre um possível duelo com o australiano Nick Kyrgios já na segunda rodada, o número 2 do mundo foi evasivo. “Não conheço Kyrgios muito bem pessoalmente e nem quero falar muito dele porque não é contra ele meu próximo jogo e sim contra Sugita. Se vencermos nossas partidas e formos nos enfrentar, aí então eu terei tempo para falar sobre ele”, encerrou Rafa.

Comentários