Notícias | Dia a dia | Wimbledon
Brasileiros pegam estreias complicadas nas duplas
28/06/2019 às 09h16

Melo e Kubot buscam o bi no All England Club

Foto: Arquivo

Londres (Inglaterra) - Também sorteada nesta sexta-feira, a chave de duplas trouxe estreias nada simples para os três representantes brasileiros em Wimbledon. Os mineiros Marcelo Melo e Bruno Soares e o gaúcho Marcelo Demoliner deverão encontrar dificuldades para superar seus primeiros obstáculos na competição.

Cabeças de chave número 1, Melo e o polonês Lukasz Kubot terão pela frente logo na primeira rodada o alemão Jan-Lennard Struff e o japonês Bem McLachlan, que já conquistaram dois títulos juntos no circuito, um deles na atual temporada, levantando a taça do ATP 250 de Auckland.

Estreando a parceria com o croata Mate Pavic nos Grand Slam, Bruno forma a quarta dupla mais bem cotada ao título, desafiando na estreia os holandeses Matwe Middelkoop e Sander Arends.

Mas o início de caminhada mais duro é o que pintou no caminho de Demoliner e do parceiro indiano Divij Sharan, que enfrentarão logo de cara os atuais campeões de Roland Garros. Eles desafiarão os alemães Kevin Krawietz e Andreas Mies, 13ª dupla pré-classificada, já na primeira rodada do Grand Slam britânico.

Caso sigam adiante, Demoliner e Melo podem se cruzar em uma eventual partida de oitavas de final. Se um deles for às quartas, os mais prováveis rivais devem ser os irmãos norte-americanos Bob e Mike Bryan, cabeças de chave 7, ou os franceses Nicolas Mahut e Edouard Roger-Vasselin.

Bruno está na mesma metade da chave dos dois Marcelos, mas só cruzará com eles em uma eventual semi. Para chegar lá, ele e Matic podem encarar nas oitavas Dominic Inglot/Austin Krajicek, ao passo que nas quartas o mineiro tem a chance de enfrentar seu ex-parceiro, o britânico Jamie Murray, que agora joga com o compatriota Neal Skupski.

Neste quadrante também está o britânico Andy Murray, que terá ao seu lado o francês Pierre-Hugues Herbert e estreará contra o romeno Marius Copil e o francês Ugo Humbert. Eles cruzam com os sextos favoritos, os croatas Nikola Mektic e Franko Skugor em uma eventual segunda rodada e na fase seguinte Andy pode enfrentar o irmão mais velho Jamie.

Pela parte de baixo da chave, os colombianos Juan Sebastian Cabal e Robert Farah são os cabeças de chave 2. Na caminhada para a final, eles devem cruzar com os austríacos Olivier Marach e Jurgen Melzer (oitavas), o holandês Jean-Julien Rojer e o romeno Horia Tecau (quartas) e com o sul-africano Raven Klaasen e o neozelandês Michael Venus (semi).

Comentários