Notícias | Dia a dia
Sabalenka salva match point e elimina Wozniacki
26/06/2019 às 16h29

Sabalenka conseguiu revanche depois de ter perdido a final do ano passado

Foto: Divulgação

Eastbourne (Inglaterra) - Protagonistas da final do ano passado do WTA Premier de Eastbourne, Caroline Wozniacki e Aryna Sabalenka voltaram a se enfrentar pelo torneio britânico em quadras de grama, desta vez ainda nas oitavas de final. Ao contrário do que aconteceu em 2018, Sabalenka levou a melhor. A bielorrussa salvou um match point e venceu por 2/6, 6/4 e 7/6 (7-5) em 2h22 de partida.

Foi a segunda vez seguida que Sabalenka venceu Wozniacki no tiebreak do terceiro set, repetindo o que já havia acontecido em Montréal no ano passado. A bielorrussa liderou a contagem de winners por 41 a 20 e terminou o jogo com 23 erros contra 14 da rival. Já a dinamarquesa defendeu só 55 dos 470 pontos que tinha a descontar. A ex-número 1 do mundo ocupa atualmente o 14º lugar do ranking aos 28 anos e não tem títulos ou vitórias contra top 10 na temporada.

A adversária de Sabalenka nesta quinta-feira, por volta das 10h (de Brasília) será a holandesa Kiki Bertens, número 4 do mundo, que marcou um duplo 6/3 contra a alemã Anna-Lena Friedsam. Bertens chegou a torcer o tornozelo direito durante o segundo set da partida e foi atendida, mas venceu seis games seguidos na parcial. A bielorrussa de 21 anos perdeu os três duelos anteriores para a rival holandesa de 27 anos.

Sabalenka demorou para ganhar ritmo e confiança
O começo de partida foi muito bom para Wozniacki, que se aproveitou dos muitos erros não-forçados cometidos por Sabalenka para conseguir duas quebras seguidas e abrir 5/0. A bielorrussa chegou a diminuir a diferença depois de criar seis break points no mesmo game, mas voltaria a ter o serviço quebrado na sequência, após duas duplas-faltas. No fim do set, Sabalenka tinha 8 a 7 em winners, mas cometeu dez erros contra quatro de Wozniacki.

Depois de um início de segundo set muito equilibrado e com chances para ambos os lados, Sabalenka conseguiu encaixar seu jogo agressivo e teve um ótimo momento na partida para vencer 16 pontos em 18 possíveis e fazer quatro games seguidos. Ela terminou a parcial com 16 a 4 em winners e cometeu os mesmos seis erros não-forçados de sua adversária.

Wozniacki abriu vantagem no terceiro set e fez 3/0. A dinamarquesa não enfrentou break points em seus quatro primeiros games de serviço até liderar por 5/2. Ela ainda teve chances de ampliar a diferença, mas não as aproveitou. Sacando para o jogo, a dinamarquesa fez duas duplas-faltas, uma delas quando tinha o match point e teve o serviço quebrado. Com o placar empatado por 5/5, a dinamarquesa escapou de três chances de quebra, duas com ótimos saques. Já Sabalenka confirmou sem maiores sustos seu último game de saque na partida.

O tiebreak decisivo também começou bom para Wozniacki, que contou com uma dupla-falta de Sabalenka logo de cara. Mas a bielorrussa encaixou duas ótimas devoluções e se aproveitou do fato de a dinamarquesa jogar contra o vento para reverter o quadro e fazer 4-2. A vantagem da número 10 do mundo ficaria ainda maior depois que ela voltou a pressionar o saque da dinamarquesa e fez 6-3. Sabalenka fez outra dupla-falta em seu primeiro match point e viu Wozniacki salvar o segundo tentando ser mais agressiva. Quando poderia empatar o jogo, Wozniacki tentou uma bola curta e foi para a rede, mas levou uma incrível passada da bielorrusa.

Comentários
Raquete novo
Mundo Tênis