Notícias | Dia a dia
López dispara e volta ao top 100 após conquista
24/06/2019 às 08h15

Miami (EUA) - A grande campanha obtida no ATP 500 do Queen’s, conquistando o título no último domingo, fez o espanhol Feliciano López dar uma arrancada e recuperar 60 colocações no ranking, voltando o top 100 após passar sete semanas fora. O canhoto de Toledo, que já foi o 12º do mundo, teve a maior ascensão entre os 100 melhores do mundo e agora é o 53º.

Derrotado por López na decisão, o francês Gilles Simon conseguiu uma boa subida, porém um pouco mais comedida, ganhou 13 lugares e foi para a 25ª posição. Outro vice-campeão do fim de semana, o belga David Goffin, que perdeu a final do ATP 500 de Halle para o suíço Roger Federer, foi mais um que ganhou terreno no ranking, melhorou 10 colocações e figura como 23º do mundo.

Três franceses também foram para cima na ATP. Richard Gasquet melhorou oito postos e aparece no 46º lugar, Jo-Wilfried Tsonga recuperou sete colocações e agora é o 70º do mundo e Pierre-Hugues Herbert ganhou cinco lugares, alcançando a 38ª posição, duas a menos da melhor já alcançada na carreira.

Em contrapartida, o também francês Jeremy Chardy amargou a pior queda entre todos os top 100, perdeu 16 lugares e foi para o 81º posto. Outros que foram para baixo na lista desta segunda-feira são Sam Querrey e Matthew Ebden, ambos caindo 11 posições. O norte-americano foi para o 79º lugar, ao passo que o australiano desceu para a 91ª colocação.

O top 10 da ATP se manteve exatamente o mesmo, sem mudanças de colocações. Já o top 20 se movimentou mais e teve destaque a queda do croata Marin Cilic, que perdeu três posições, caiu para o 18º lugar e foi ultrapassado pelo francês Gael Monfils (15º), pelo georgiano Nikoloz Basilashvili (16º) e pelo canadense Milos Raonic (17º).

Comentários
Raquete novo
Mundo Tênis