Notícias | Dia a dia
López ajuda e Murray volta com título de duplas
23/06/2019 às 15h43

López e Murray mostraram ótimo entrosamento

Foto: ATP

Londres (Inglaterra) - Não faltaram pernas nem empolgação para Feliciano López. Pouco depois de conquistar um suado título de simples, ele voltou à quadra para ajudar o escocês Andy Murray a marcar seu retorno ao circuito com chave de ouro. Os dois conquistaram o ATP 500 de Londres na histórica quadra principal do Queen's Club, ao derrotar o norte-americano Rajeev Ram e o britânico Joe Salisbury, por 7/6 (7-5, 5/7 e 10-5, um esforço de 1h51.

O Queen's Club é um lugar especial na carreira de Murray, onde ele faturou nada menos do que cinco títulos de simples. Por isso, decidiu tentar o retorno após a nova cirurgia no quadril, que realizou logo após o Australian Open, onde chegou a cogitar a aposentadoria definitiva.

"Feli foi brilhante. Incrível como conseguiu pontos tão importantes no final da partida, tanto na devolução como no saque", elogiou o escocês sobre a atuação incrível de López no match-tiebreak. Ele confirmou ter vivido uma ótima semana, sem dores: "Estava muito ansioso e fui ficando nervoso a cada partida, mas me senti muito bem", revelou.

Esta foi a quinta decisão de Murray em duplas no circuito, tendo vencido os torneios de Valência, em 2010, e de Tóquio, em 2011, ao lado do irmão Jamie. O espanhol por sua vez tem agora cinco títulos em 16 finais, a mais importante delas em Roland Garros de 2016 ao lado de Marc López.

"Estou muito feliz por Andy estar de volta à quadra", afirmou. Ele está inscrito para o torneio de Eastbourne na próxima semana, mas ainda não sabe se irá competir após o grande esforço em Queen's. Murray por seu lado formará parceria com o mineiro Marcelo Melo.

Comentários
Raquete novo
Mundo Tênis