Notícias | Dia a dia
Título dá confiança para Wimbledon, diz Federer
23/06/2019 às 13h45

Federer conquistou o terceiro título da temporada e se mantém na briga pelo número 1 do ano

Foto: ATP

Halle (Alemanha) - O retorno à grama foi perfeito para Roger Federer. Depois de disputar três torneios sobre o saibro europeu, o suíço venceu partidas difíceis e voltou a conquistar o ATP 500 de Halle, somando agora 10 troféus.

Tudo isso o deixa muito confiante para Wimbledon, que começa em oito dias. "Todas as vezes que venci Halle, também joguei bem em Wimbledon. Não é uma garantia, mas estou no circuito há tempo suficiente para saber o que isso significa. Estou totalmente em forma, terei tempo de descansar e depois me preparar".

Leia também: Federer chega ao 10º em Halle e aperta Connors

Federer achava difícil reconquistar Halle, depois de ter perdido a final de 2018 para Borna Coric. "É incrível. Por algum motivo, eu achava que não conseguiria mais vencer aqui. Preferi então pensar jogo por jogo porque os duelos de segunda rodada e de quartas foram tão duros que sequer tive a chance de pensar como seria ser campeão em Halle outra vez".

Esta se torna sua maior coleção de troféus da carreira que agora tem 102 conquistas desde 1998. "É a primeira vez que sou campeão 10 vezes de um mesmo torneio, então é um momento muito especial". As outras grandes séries do suíço são na Basileia (9 conquistas), Wimbledon e Dubai (8) e Cincinnati (7).

Sobre a final diante do belga David Goffin, o cabeça 1 reconheceu a superioridade do adversário no primeiro set. "Ele jogou melhor provavelmente nos 10 primeiros games do jogo, teve mais chances (de quebra), algumas grandes. Mas acredito que tenha feito um tiebreak realmente muito bom".

O segundo set foi totalmente diferente. "Consegui a quebra bem cedo no segundo set e isso me acalmou, enquanto o nível dele caiu um pouco. Não estava fácil jogar com aquelas sombras (projetadas pela armação do teto retrátil do estádio) e David vinha de uma grande semana, muito firme lá da base. Acho que no final joguei um grande tênis e isso me deixa muito feliz agora".

Comentários
Raquete novo
Mundo Tênis