Notícias | Copa Davis
Copa Davis contra Barbados: ingressos à venda
21/06/2019 às 20h53
Publicidade
Publicidade

Florianópolis (SC) – A venda de ingressos para o próximo confronto do Brasil na Copa Davis começa nesta sexta-feira. O duelo contra Barbados será disputado em 13 e 14 de setembro, em Criciúma (SC), na Sociedade Recreativa Mampituba. O confronto é válido pelo Zonal Americano I, valendo ao vencedor a vaga nos playoffs do Grupo Mundial de 2020.

Os bilhetes serão vendidos exclusivamente pela internet, por meio do endereço www.ingressonacional.com.br. Serão três categorias diferentes de ingressos, divididas entre os Setores A, B e C. A capacidade total de público é de 2 mil lugares.

No primeiro lote, as entradas terão 60% de desconto. Assim, o valor para o Setor A será de R$ 60. Para os Setores B e C, os bilhetes custarão R$ 76 neste momento. Posteriormente, a partir do segundo lote, os valores serão de R$ 150 (para a área A) e R$ 190 (para B e C). Ao comprar o ingresso, o torcedor terá o direito de assistir aos dois dias de confronto.

Forma de disputa

Os confrontos da Copa Davis preveem até cinco partidas. Na sexta-feira, serão disputados dois confrontos de simples. O brasileiro melhor ranqueado enfrenta o segundo melhor ranqueado de Barbados, e o melhor do país caribenho duela com o segundo brasileiro do ranking de simples.

No sábado, o duelo é retomado com o confronto das duplas. A quarta partida é entre os dois "números 1", seguida pelo jogo entre os dois "números 2".

Este confronto marca a estreia de Jaime Oncins como capitão da equipe brasileira. Ele foi um dos tenistas que fez história na Copa Davis, integrando a equipe brasileira que chegou à semifinal do Grupo Mundial, nos anos de 1992 e 2000, vencendo a Alemanha e a Itália, entre outros grandes países do mundo. Defendeu o Brasil por mais de 11 anos na competição.

O capitão terá até 15 dias antes da competição para confirmar os cinco atletas que serão convocados para formar o Time Brasil. Os ingressos estao disponíveis no site Ingresso Nacional (clique aqui).

 
Comentários