Notícias | Dia a dia
'Rejeitado', Murray procura parceira para mistas
21/06/2019 às 20h24

Britânico já consultou algumas jogadoras, mas ninguém aceitou ainda

Foto: Divulgação

Londres (Inglaterra) - Depois de anunciar que jogará ao lado do francês Pierre-Hugues Herbert na chave de duplas masculinas em Wimbledon, Andy Murray agora procura uma parceira para a chave de duplas mistas. Na última quinta-feira, o britânico disse havia sido rejeitado por algumas jogadoras e suas recentes declarações repercutiram no circuito feminino.

Murray volta a jogar bem, mas duelo é suspenso

"Falei com algumas jogadoras e fui rejeitado algumas vezes até agora", brincou o ex-líder do ranking mundial. "Eu consultei jogadoras de simples e que já se comprometeram a jogar duplas. Elas não quiseram se comprometer em jogar em três eventos, o que eu entendo completamente, porque é muita coisa. Se você tem ambições de ir longe em simples, talvez você não queira jogar os três torneios".

Uma das jogadoras consultadas por Murray foi a australiana Ashleigh Barty, número 2 do mundo e campeã de Roland Garros. A australiana de 23 anos também é top 10 no ranking de duplas e acha que jogar os três torneios durante um Grand Slam seria uma rotina muito desgastante. Ela jogará duplas em Londres ao lado de Victoria Azarenka.

"Fiquei lisonjeada e muito honrada por ter sido procurada por ele, mas jogar três eventos é demais para mim. Tenho certeza de que ele encontrará alguém", disse Barty após a vitória por 6/4 e 6/2 sobre Venus Williams em Birmingham nesta sexta-feira. "Foi bom vê-lo jogar ontem. Eu acho que o mundo inteiro estava assistindo e eu não acho que havia uma única pessoa no mundo do tênis ou no planeta que não estivesse feliz em vê-lo de volta".

A experiente tcheca de 33 anos Barbora Strycova, 51ª colocada em simples e número 4 do mundo, disse que não foi procurada por Murray, mas está à disposição caso receba o convite. "Na verdade, eu adoraria jogar com ele. Nós nos conhecemos desde a época do juvenil, então seria muito divertido. Eu iria. Não nos falamos ainda, mas se ele perguntar, estou aqui para isso", comenta a tcheca, que enfrentará Barty na semifinal de Birmingham neste sábado.

Venus Williams também disse que não foi procurada. A veterana de 39 anos brincou com o fato de ter atuado ao lado da britânica Harriet Dart nesta semana em Birmingham e de Madison Keys no ano passado. Ela sugere que a irmã, Serena, possa ficar com ciúmes. "Eu não tenho certeza se a Serena vai querer que eu jogue com outras pessoas o tempo todo. Isso pode causar uma tensão em nosso relacionamento (sorrindo)".

Por meio das redes sociais, outras jogadoras também se ofereceram. Maria Sharapova foi uma delas, mostrando imagens de quando jogou mistas no US Open de 2004 com Max Mirnyi. A belga Kirsten Flipkens lembra que já jogou com Murray duas vezes, uma delas em Wimbledon ainda em 2006. Até mesmo Coco Vandeweghe, que está lesionada, e Casey Dellacqua, que já parou de jogar, disseram que aceitariam jogar com Murray.

Comentários
Raquete novo
Mundo Tênis