Notícias | Dia a dia
'Talvez eu nunca vença o Aliassime', diz Tsitsipas
21/06/2019 às 19h52

Tsitsipas nunca venceu Aliassime mesmo durante o circuito juvenil

Foto: Divulgação

Londres (Inglaterra) - Eliminado nas quartas de final do ATP 500 disputado na grama do tradicional Queen's Club, em Londres, Stefanos Tsitsipas saiu de quadra bastante preocupado. Após a derrota por 7/5 e 6/2 para Felix Auger-Aliassime, o grego de 20 anos afirmou que talvez nunca consiga vencer o rival. Isso porque, ele já perdeu duas vezes para Aliassime este ano entre os profissionais e também tem outras três derrotas para o canadense na época de juvenil.

"Obviamente, ele é melhor que eu. Isso é perturbador, porque devemos nos enfrentar muitas vezes nos próximos anos. Mas eu tenho que aceitar que ele é melhor que eu. Talvez eu nunca consiga vencê-lo. Preciso esperar alguns anos, talvez, para ter uma chance. Se eu conseguir, vou doar uns US$ 10 mil do prêmio por essa vitória para uma instituição de caridade", disse Tsitsipas após a partida desta sexta-feira em Londres.

"Ele tem todas as características para se tornar um grande jogador. Tenho certeza que se ele tiver a chance de jogar contra Nadal, Djokovic ou Federer, ele vai vencê-los. E não ficarei surpreso se ele ganhar desses caras. Definitivamente vamos vê-lo no top 5. Talvez não este ano, mas no próximo ano ou no ano seguinte", comenta sobre o canadense de 18 anos e já número 21 do mundo.

Tsitsipas já derrotou Roger Federer no Australian Open, Novak Djokovic em Cincinnati e Rafael Nadal em Madri, mas diz que nunca enfrentou um rival tão duro quanto Aliassime e que isso pode atrapalhá-lo na busca por grandes títulos.

"Ele é o adversário mais difícil que eu já enfrentei. Ele tem uma das melhores devoluções do circuito e tem um saque muito poderoso e preciso, que é difícil de ler. Além de ser muito rápido. É raro encontrar todas essas características juntas, combinadas", avalia o número 6 do mundo. "Grande forehand, grande backhand. Ele pode criar muitas oportunidades desde seu backhand, mas também pode ser muito agressivo do lado forehand. Não há muito o que fazer quando você joga contra ele. Ele é muito sólido com todos os golpes".

Aliassime comentou sobre as declarações do rival. "Eu aprecio isso nele, especialmente porque ele já derrotou e vem jogando bem contra esses grandes jogadores", disse o canadense, que marcou sua segunda vitória contra top 10. "Acho que para mim, obviamente, o próximo desafio é de ganhar e vencer caras como Rafa, Novak, Zverev ou Nishikori. Eu acho que tenho jogado bem, mas não encontrei o jeito de vencer esses caras"

O canadense já disputou três finais de ATP neste ano, uma delas na semana passada em Stuttgart. Nesta semana em Londres, ele já derrotou nomes como Nick Kyrgios e Grigor Dimitrov antes de superar Tsitsipas. Aliassime enfrentará o canhoto espanhol Feliciano López neste sábado em busca de um lugar em mais uma decisão.

"Acho que mesmo no ano passado, quando eu conseguia algumas vitórias como a deste ano, contra jogadores do top 20, mas eu simplesmente não conseguia encontrar uma maneira de repetir isso em um torneio completo ou nas semanas seguintes. É para isso o que eu trabalho. Sempre que estou treinando, estou me visualizando para jogar esse tipo de jogo e vencendo esse tipo de jogo".

Comentários
Raquete novo
Mundo Tênis