Notícias | Dia a dia
Kerber domina Sharapova e faz quartas em Mallorca
20/06/2019 às 13h19

Kerber terminou a partida com apenas cinco erros não-forçados

Foto: Divulgação

Mallorca (Espanha) - Pela quarta vez seguida, Angelique Kerber levou a melhor sobre Maria Sharapova. Em duelo válido pelas oitavas de final do WTA de Mallorca, na grama espanhola, a alemã fez valer seu melhor momento e marcou 6/2 e 6/3 contra a russa em 1h31 de partida.

Kerber agora lidera o histórico de confrontos contra Sharapova por 5 a 4, com vitórias nos últimos quatro embates. A última vez que a russa conseguiu vencer foi no saibro de Stuttgart em 2013. Garantida nas quartas, ela espera pela vencedora entre a francesa Caroline Garcia e a espanhola Paula Badosa.

Ambas ex-lideres do ranking, Kerber e Sharapova vivem situações distintas no circuito. Ainda que a alemã não tenha conquistado títulos na temporada, ela segue lutando pelas primeiras posições aos 31 anos e ocupa a sexta posição atualmente. Já a russa de 32 anos disputa o primeiro torneio desde fevereiro, quando operou o ombro direito, e aparece apenas na 85ª posição.

Alemã cometeu apenas cinco erros na partida
Kerber teve o caminho muito facilitado pela instabilidade da Sharapova no saque e nos golpes de fundo. Sequer precisou usar muito seu característico jogo de contra-ataque. A alemã esperou pelos erros da russa e muitas vezes só partia para a definição dos pontos quando estava em boas posições na quadra. Ainda que Sharapova tenha liderado nos winners por 22 a 18, Kerber terminou o jogo com cinco erros não-forçados contra 31 da russa.

A primeira quebra da partida aconteceu ainda no game de abertura. Logo na sequência, ela contou com muitos erros da russa nas devoluções para confirmar o saque depois de salvar três break points. A alemã ainda teria o serviço ameaçado mais uma vez no set inicial, mas saiu ilesa antes de voltar a quebrar.

O segundo set teve muitos games longos, mas Kerber prevalecia nos pontos mais importantes. Ela conseguiu duas novas quebras para abrir 5/2. Sacando para o jogo, a alemã teve o serviço quebrado pela única vez na partida, mas voltou a pressionar o saque da russa para definir o jogo no game seguinte.

Comentários
Raquete novo
Mundo Tênis