Notícias | Dia a dia
Osaka é exigida, mas vence a primeira em Birmingham
18/06/2019 às 14h19

Osaka salvou nove break points na partida contra Sakkari nesta terça

Foto: Divulgação

Birmingham (Inglaterra) - A temporada de grama para Naomi Osaka começou com uma difícil vitória nesta terça-feira. A número 1 do mundo precisou de três sets e 1h59 para vencer a grega Maria Sakkari, 33ª do ranking, por 6/1, 4/6 e 6/3 e avançar no WTA Premier de Birmingham. Sua próxima adversária é a cazaque Yulia Putintseva, 43ª colocada, que marcou 6/1 e 6/4 contra a britânica Harriet Dart.

Com o resultado, Osaka dá um importante passo para a manutenção da liderança do ranking por mais uma semana. Agora, a segunda colocada e campeã de Roland Garros Ashleigh Barty obrigatoriamente precisa do título para ter chances de assumir a primeira posição. Para se manter no topo sem depender dos resultados da australiana, Osaka precisa ser finalista do torneio.

Japonesa salvou nove break points na partida
Osaka liderou a contagem de winners da partida por 28 a 16 e terminou o jogo com 23 erros não-forçados contra 27 de Sakkari. O aproveitamento nos break points também foi determinante no resultado. Enquanto a japonesa conseguiu cinco quebras em nove oportunidades, a grega teve onze chances e só aproveitou duas.

Depois de dominar o set inicial e conseguir três quebras de serviço, Osaka viu Sakkari equilibrar as ações na parcial seguinte com um jogo muito sólido do fundo de quadra. A grega fez só cinco erros durante o segundo set e conseguiu empatar a partida. O jogo seguiu muito parelho no terceiro set até o empate por 2/2.

Com aproximadamente dez minutos, o quinto game da parcial decisiva foi um dos mais importantes do jogo. Osaka conseguiu salvar seis break points, dois deles contando com erros da grega em devoluções de segundo saque. As oportunidades perdidas pesaram para Sakkari, que fez duas duplas faltas e mais dois erros para ter o serviço quebrado logo na sequência. Depois disso, Osaka cederia só mais dois pontos no saque e rumou para a vitória.

Goerges e Ostapenko também vencem
Quem também avançou na competição foi Jelena Ostapenko. Campeã de Roland Garros em 2017 e semifinalista de Wimbledon no ano passado, a letã precisou de 51 minutos para marcar 6/0 e 6/2 contra a polonesa de 18 anos Iga Swiatek. Ex-top 5, Ostapenko aparece atualmente apenas no 37º lugar do ranking aos 22 anos. Sua próxima rival será a britânica Johanna Konta.

Ainda nesta terça-feira, a cabeça 8 alemã Julia Goerges marcou uma difícil vitória contra a ucraniana de 19 anos Dayana Yastremska por 3/6, 6/4 e 6/3. Aos 30 anos, Goerges ocupa a 19ª posição do ranking mundial. A ex-top 10 enfrenta nas oitavas de final a russa Evgeniya Rodina. Já a croata Petra Martic marcou 6/3 e 7/5 contra a russa Ekaterina Alexandrova e vai enfentar a russa Margarita Gasparyan, algoz de Elina Svitolina na última segunda-feira.

Comentários
Raquete novo
Mundo Tênis