Notícias | Dia a dia
Soares vai para a final de Stuttgart com Peers
14/06/2019 às 14h57

Soares joga nesta semana com Peers, mas terá o croata Mate Pavic como próximo parceiro fixo no circuito

Foto: ATP

Stuttgart (Alemanha) - Não poderia ter começado melhor a temporada de grama para o mineiro Bruno Soares. Em seu primeiro compromisso após o rompimento com o britânico Jamie Murray, ele se classificou para a final do ATP 250 de Stuttgart, onde joga ao lado do australiano John Peers e forma a dupla cabeça de chave número 1.

Nesta sexta-feira, Soares e Peers tiveram pela frente a forte parceria austríaca da Olivier Marach com Jurgen Melzer, quartos mais bem cotados no torneio, e venceram por 2 sets a 1, com o placar final de 7/6 (7-4), 5/7 e 10-6, anotado após 1h37 de confronto.

Os adversários da parceria mineiro-australiana na final ainda não estão definidos e só serão conhecidos no sábado, quando enfim acontecerá a segunda semifinal de duplas. De um lado estarão os australianos Nick Kyrgios e Matt Reid e do outro o indiano Rohan Bopanna e o canadense Denis Shapovalov, algozes dos irmãos Bob e Mike Bryan na estreia.

Melzer e Marach conseguiram uma quebra no fim do primeiro set e sacaram em 6/5 para fazer 1 a 0, mas perderam a vantagem e acabaram levando a pior no tiebreak. Na segunda parcial, foram Soares e Peers que saíram na frente, com um break logo no primeiro game, só que eles levaram duas quebras no decorrer da disputa e o jogo ficou empatado.

A definição foi então para o match-tiebreak, em que o mineiro e o australiano obtiveram boa vantagem na largada e venceram os quatro primeiros pontos da disputa. Os rivais devolveram os dois mini-breaks e empataram em 5-5, mas depois disso Soares e Peers perderam somente mais um ponto e sacramentaram a vitória.

"Começar bem na grama é sempre duro. A transição é complicada do saibro para a grama e o meu objetivo desta semana em que não estou jogando com o Mate (o croata está em evento de caridade) foi justamente esse, de chegar o melhor preparado possível em Queen's para começar esse novo ciclo com com tudo. Acabei dando sorte de jogar esta semana, de conseguir um belíssimo parceiro e estamos jogando bem. Pegamos uma chave bastante dura. Fizemos um jogo que foi no detalhe e estou muito feliz de estar nessa final e no domingo vamos para cima, para tentar sair com o caneco e com a confiança em alta," analisou Bruno.

Comentários
Raquete novo
Mundo Tênis