Notícias | Dia a dia
Orlandinho é superado em duelo de 3h18 na estreia
11/06/2019 às 21h29

Orlandinho conquistou um título de duplas na última semana

Foto: Arquivo

Columbus (EUA) - A participação de Orlando Luz no challenger de Columbus durou apenas uma partida. O gaúcho de 21 anos e 439º do ranking perdeu um duelo de 3h18 para o norte-americano John Mcnally, 549º colocado, por 7/5, 6/7 (4-7) e 7/5.

Wild bate lucky-loser e vai às oitavas em Columbus

Orlando Luz vinha da conquista de um título de duplas no challenger de Little Rock, no último domingo. Também na semana passada, ele chegou a avançar uma rodada em simples. Na temporada, ele já venceu duas partidas em chaves principais de challenger em simples, além de 22 jogos em torneios de nível future, com direito a um título e mais duas finais.

Após sua eliminação, o tênis brasileiro ainda conta com dois representantes. O paranaense Thiago Wild já venceu dois jogos e está nas oitavas, fase em que enfrentará o norte-americano Thai-Son Kwiatkowski. Já o mineiro João Menezes é o cabeça 16 e estreia na quarta-feira contra o também anfitrião Alexander Sarkissian.

Veja como foi a equilibrada partida de Orlando Luz

O começo de partida não foi bom para o brasileiro, que sofreu uma quebra ainda em seu segundo game de serviço. Por outro lado, Mcnally vinha muito firme e confirmou seus quatro primeiros games de saque perdendo apenas quatro pontos no total. As primeiras chances de quebra para o gaúcho aconteceram já no nono game, quando Mcnally sacava para fechar, mas acumulou erros não-forçados com o forehand. Com o placar empatado por 5/5, Orlandinho teve a chance de passar à frente, mas voltaria a ter o serviço quebrado e viu o rival definir o set.

Também muito equilibrada, a segunda parcial começou boa para o gaúcho, que conseguiu uma quebra precocemente e liderou por 3/1. Ainda que Mcnally buscasse o empate, Orlandinho seguia colocando o rival sob pressão em games longos e chegou a ter dois set points antes do tiebreak. Durante o game desempate, o atleta brasileiro foi mais firme do fundo de quadra e venceu cinco pontos seguidos.

A parcial decisiva foi de altos e baixos. Mesmo enfrentando quatro break points, Mcnally abriu 3/0. Orlandinho reagiu ao vencer doze pontos em quinze disputados para empatar o placar. O que se via na sequência era o gaúcho confirmando seus games de saque com mais facilidade e o norte-americano salvando outros quatro break points ao apostar em jogo agressivo e buscar as linhas. Já na reta final do jogo, Orlando voltou a oscilar no saque e acabou sofrendo uma nova quebra que definiu o placar.

Comentários
Raquete novo
Mundo Tênis