Notícias | Dia a dia | Roland Garros
Pucinelli é campeão em Paris e repete feito de Guga
08/06/2019 às 11h38

Pucinelli levantou a taça com o argentino Tirante

Foto: Reprodução/Twitter

Paris (França) - O paulista Matheus Pucinelli conquistou neste sábado o título juvenil de duplas de Roland Garros. Jogando ao lado do o argentino Thiago Tirante, ele venceu a final contra o italiano Flavio Cobolli e o suíço Dominic Stricker em sets diretos, com o placar final de 7/6 (7-3) e 6/4, despois de 1h18 de confronto.

Pucinelli repete feito de Gustavo Kuerten em 1994, quando o catarinense foi campeão de duplas no juvenil de Roland Garros ao lado do equatoriano Nicolas Lapentti. O Brasil ainda teve outros finalistas no juvenil em Paris. Em simples, Edison Mandarino (1959), Thomaz Koch (1962 e 63) e Luis Felipe Tavares (1967) alcançaram a decisão. Nas duplas, os gaúchos Guilherme Clezar (2009) e Orlando Luz (2016) e canhota paulista Beatriz Haddad Maia (2012 e 2013) também ficaram com o vice-campeonato.

Com 18 anos completados em abril, Pucinelli ocupa o 26º lugar no ranking mundial juvenil da ITF. A campanha vitoriosa nas duplas lhe renderá 750 pontos. Em simples, ele chegou à segunda rodada em Paris. Para a composição do ranking juvenil de um tenista são considerados os seis melhores resultados do ano em simples e mais 1/4 da soma entre as seis melhores pontuações em duplas.

A parceria sul-americana saiu na frente no primeiro set, conseguindo a primeira quebra da final no sexto game. Contudo, eles viram a vantagem durar pouco e logo no game seguinte perderam o serviço. Sem novas quebras, a definição foi então para o tiebreak, em que o brasileiro e o argentino levaram a melhor. A história da segunda parcial foi parecida, Pucinelli e Tirante saíram na frente e perderam o break de frente logo em seguida, mas desta vez conseguiram bater o saque dos rivais uma vez mais e assim rumaram para a vitória.

“Aqui em Roland Garros foi a primeira vez que eu e o Tirante jogamos juntos. Tivemos uma ótima semana e, a cada jogo, criamos uma ótima sintonia”, observou Pucinelli. “Mantivemos um nível alto durante as partidas dessa semana e alcançamos o título, em um jogo duro, decidido no detalhe”, complementou o brasileiro, que na próxima semana disputará o Future de Nord, na Alemanha.

Logo em seguida, ele jogará o Junior International Roehampton, na Inglaterra, e se prepara para Wimbledon, no mesmo mês. Com os resultados alcançados no primeiro semestre deste ano, o atleta garantiu participação na chave principal de simples do torneio inglês e também do US Open.

Comentários
Faberg
Roland Garros Series