Notícias | Dia a dia | Roland Garros
Finalista de RG, Vondrousova debutará na Chatrier
07/06/2019 às 16h49

Vondrousova ainda não conseguiu jogar no estádio principal de Roland Garros

Foto: Divulgação

Paris (França) - Finalista de Roland Garros, a tcheca Marketa Vondrousova viverá uma situação inédita em sua carreira. A decisão diante da australiana Ashleigh Barty, número 8 do mundo, marcada para às 10h (de Brasília) deste sábado, será seu primeiro jogo na quadra Philippe Chatrier, principal arena do complexo parisiense.

É muito raro que uma jogadora alcance uma final de Grand Slam sem ter atuado no estádio principal em nenhum dos seis jogos anteriores no torneio. Mas como não teve rodada na última quarta-feira e as semifinais femininas foram transferidas de quinta para sexta-feira, as partidas acabaram saindo da quadra central, em decisão bastante contestada pela WTA. Esta é sua terceira participação em Roland Garros, sendo que ela caiu na segunda rodada em 2017 e na estreia no ano passado.

Vondrousova estreou na quadra 13 contra a chinesa Yafan Wang e depois atuou na quadra 7 diante da russa Anastasia Potapova. A canhota tcheca de 19 anos e 38ª do ranking fez dois jogos na recém-inaugurada quadra Simonne Mathieu, na terceira rodada contra a espanhola Carla Suárez Navarro e na semifinal desta quinta-feira diante da britânica Johanna Konta. Já os jogos contra a letã Anastasija Sevastova nas oitavas e diante da croata Petra Martic nas quartas foram na Suzanne Lenglen.

"Eu nunca pisei na Chatrier, e nunca estive lá. Então eu quero me aquecer lá antes do jogo. Vai ser algo novo. Mas eu gosto dessas grandes quadras", disse Vondrousova, depois de derrotar Konta por 7/5 e 7/6 (7-2) nesta sexta-feira. "É a melhor semana da minha vida até agora. Estou muito feliz com tudo o que está acontecendo. É uma coisa incrível".

Vondrousova perdeu os dois duelos anteriores para Barty, na grama de Birmingham em 2017 e no piso duro de Cincinnati no ano passado. "Já joguei duas vezes contra ela, mas nunca no saibro. Então, vai ser algo novo. É claro que ela agora está no top 10 e vem jogando tênis incrível. Ela varia bastante o jogo como eu, então eu acho que vai ser um jogo interessante. Só vou me concentrar e tentar relaxar".

Comentários
Faberg
Roland Garros Series