Notícias | Dia a dia | Roland Garros
Semi entre Federer e Nadal valerá também o nº 2
04/06/2019 às 14h59

Federer e Nadal se enfrentarão pela primeira vez no Grand Slam francês desde a final de 2011

Foto: Arquivo

Paris (França) - O 39º duelo entre o espanhol Rafael Nadal e o suíço Roger Federer não apenas valerá uma vaga na final de Roland Garros, mas também a vice-liderança do ranking. Com as campanhas até então, ambos vão somando 720 pontos no ranking, só que o canhoto de Mallorca defende 2.000 pela conquista do ano passado, ao passo que seu rival não jogou e acrescenta tudo o que conseguir em 2019.

Descontando a pontuação do ano passado em Paris e já somando o que eles faturaram na atual edição do torneio, Federer está provisoriamente à frente de Nadal com uma mínima vantagem de apenas 5 pontos, 6.670 para o suíço contra 6.665 para o espanhol. Os dois têm confortável vantagem para o alemão Alexander Zverev, que vem com seus 4.360, e enorme desvantagem para o sérvio Novak Djokovic e seus 12.355 pontos.

A vitória de Roger no duelo suíço com Stan Wawrinka também garantiu dois novos top 10 na ATP, uma vez que o destro de Lausanne não poderá mais alcançar tal patamar. Um deles é o italiano Fabio Fognini, que ganhará duas colocações e subirá para o 10º posto. O outro é o russo Karen Khachanov, que desafia o austríaco Dominic Thiem nas quartas de final, vai subindo para o nono lugar e pode crescer ainda mais se seguir adiante.

Já eliminado do Grand Slam francês, o grego Stefanos Tsitsipas sonha com seu debute no top 5. Derrotado nas oitavas por Wawrinka, que garantiu seu retorno ao top 20, o jovem tenista está alcançando a quinta colocação, mas precisa torcer contra Thiem, que não pode repetir o vice-campeonato do ano passado. Em contrapartida, se for campeão, o austríaco pode subir para a quarta posição e assim igualar a melhor marca da carreira.

Comentários
Faberg
Roland Garros Series