Notícias | Dia a dia | Roland Garros
Halep destaca lado positivo de ser a atual campeã
25/05/2019 às 09h05

Halep minimiza a pressão pela defesa do título em Roland Garros

Foto: Divulgação

Paris (França) - Diferente do que acontecia nos últimos dois anos em Roland Garros, quando chegou a Paris ainda buscando seu primeiro Grand Slam, Simona Halep retorna à capital francesa na condição de atual campeã. Apesar da expectativa para a defesa do título, a romena procura destacar apenas os pontos positivos dessa situação em vez de ter uma pressão maior por resultados.

Após quali, veja como ficou chave feminina de Paris

"Mentalmente, estou bem relaxada. Sei que tenho um pouco de pressão, porque sou a atual campeã e é a primeira vez que acontece. Mas é muito mais fácil, porque eu já tenho o título. Não importa mais o que vai acontecer. Tudo vier agora é um bônus", disse Halep na última sexta-feira, em Paris.

"Então eu só quero pensar no lado positivo de estar nesta posição. Acho que é isso a melhor coisa. Então eu não vou reclamar sobre isso. Eu apenas tento me preparar tanto quanto possível até que eu tenha que começar", acrescentou a jogadora de 27 anos, que tem a missão de defender 2 mil pontos no ranking.

"Estou feliz por estar nessa posição, tenho que admitir isso. No sorteio, quando tive a chance de tocar novamente no troféu, queria levá-lo para casa, mas não posso fazer isso", comentou. "Ainda estou motivada porque minha carreira não se resume a um Grand Slam ou ao ranking. Eu jogo tênis porque amo a vida de um atleta e gosto de fazer amigos. Agora vejo as coisas de forma diferente, por isso estou descobrindo uma vida diferente no circuito".

A estreia de Halep em Roland Garros será contra a australiana Ajla Tomljanovic, 47ª do ranking. A romena levou a melhor no único duelo anterior, disputado em três sets no piso duro de Cincinnati no ano passado. "Vai ser diferente porque agora estamos no saibro, então as condições mudam um pouco. Mas ainda vai ser um jogo muito difícil. Ela bate forte na bola. Tenho que estar pronta e tenho que focar em mim mesma, como eu sempre digo. Eu sempre penso que se eu for capaz de fazer o meu jogo, tenho uma boa chance de vencer".

Comentários
Faberg
Roland Garros Series