Notícias | Dia a dia
Pliskova: 'Nem eu acreditava que pudesse ser campeã'
19/05/2019 às 18h28

Roma (Itália) - Ex-número 1 do mundo, Karolina Pliskova conquistou neste domingo seu maior título da carreira no saibro ao bater a britânica Johanna Konta na final do Premier de Roma. Ela se tornou a primeira tcheca a triunfar no Foro Itálico desde 1978, quando Regina Marsikova levantou a taça do torneio, e ainda garantiu a segunda colocação no ranking, que a deixará na confortável condição de cabeça de chave 2 em Roland Garros.

“Não havia conseguido jogar muito no saibro antes desta semana, algo que é importante para que eu me sinta melhor e mais confiante nessa superfície. Quando você começa a ganhar tudo fica mais fácil, você passa a jogar sem pensar muito, o que é a melhor coisa”, declarou a tcheca, que havia amargado derrotas precoces em Madri e Stuttgart e sequer competiu dentro de casa em Praga.

Pliskova festejou bastante a conquista e revelou não acreditar muito na chance de ser campeã antes do torneio. “Ninguém estava acreditando que eu pudesse vencer esse torneio, até mesmo eu. Não estava muito confiante e nem pensava em chegar à final. Por tudo isso é que fico muito feliz com cada partida que venci aqui. É como se fosse um pequeno milagre, uma vez que nunca havia jogado bem aqui e o saibro é sempre duro para mim”, falou a tcheca.

Derrotada na final, Konta enalteceu o grande tênis jogado pela rival neste domingo. “Foi difícil conseguir ritmo na partida. Ela jogou muito bem, com grandes golpes chapados e ótimos serviços”, avaliou a britânica.

Semifinalista de Roland Garros em 2017, ela agora foca toda sua atenção no segundo Grand Slam da temporada. “Vou fazer de tudo para ir longe no torneio, mas tudo começa na primeira rodada e muitas adversárias duras surgem pelo caminho. Espero ir longe em Paris. São sete jogos (para o título), apenas dois a mais do que aqui”, comentou Pliskova.

Comentários
Raquete novo
Mundo Tênis