Notícias | Dia a dia
Nadal sente melhora e enaltece carreira de Ferrer
25/04/2019 às 15h41

Nadal encara o alemão Jan-Lennard Struff nas quartas de final em Barcelona

Foto: Divulgação

Barcelona (Espanha) - Depois de ter dificuldades em sua partida de estreia pelo ATP 500 de Barcelona, Rafael Nadal já sente uma melhora depois do segundo jogo. Na opinião do espanhol, a vitória desta quinta-feira sobre o compatriota David Ferrer mostrou uma nítida evolução em relação ao jogo de três sets contra o argentino Leonardo Mayer no dia anterior.

"Hoje eu tinha uma energia diferente e uma motivação diferente. Em termos gerais, para mim, eu precisava jogar com outra atitude para dar um passo à frente e foi o que fiz hoje", disse Nadal após a vitória por duplo 6/3 contra Ferrer em 1h56 de partida nesta quinta-feira. Onze vezes campeão em Barcelona, o espanhol encara o alemão Jan-Lennard Struff nas quartas de final.

"Obviamente, como eu disse ontem, eu não acredito em milagres ou em ir direto do zero a 100%. Mas hoje eu me sinto feliz com minha intensidade e agressividade. O que eu preciso, mais do que partidas brilhantes, é fazer jogos de bom nível, como o de hoje, que me darão continuidade e confiança no meu corpo e no meu jogo", avaliou o número 2 do mundo.

Nadal também enalteceu a grande carreira construída por David Ferrer, que disputou em Barcelona seu penúltimo torneio como profissional. O veterano de 37 anos e ex-número 3 do mundo irá encerrar a carreira no circuito daqui a duas semanas, em Madri.

"Ele merece muito mais. Foi um dia emocionante. Estou feliz, é claro, pela vitória, mas muito triste por dizer adeus a um bom amigo. Nós compartilhamos muitas coisas durante nossas carreiras", comenta o ex-líder do ranking, que marcou sua 26ª vitória em 32 jogos contra Ferrer.

"Foi um momento difícil, mas eu realmente espero que ele esteja muito feliz com essa decisão", avalia o espanhol sobre o rival, que já disputou quatro finais em Barcelona, mas nunca conquistou o título. "David é um ótimo jogador e faz parte da história do torneio. Sinto muito por ele estar se aposentando, embora todos saibam por que ele tomou essa decisão. Acho que ele poderia continuar no circuito sem qualquer dúvida, porque seu nível de tênis voltou a ser muito alto".

Comentários
Raquete novo
Mundo Tênis