Notícias | Dia a dia
Lajovic: 'Encontrei meu jogo após pesadelo inicial'
20/04/2019 às 15h54

Monte Carlo (Mônaco) - Nem mesmo em seus piores pesadelos o sérvio Dusan Lajovic teria um começo de partida tão ruim quanto o que aconteceu na primeira semifinal deste sábado, em que ele viu o russo Daniil Medvedev abrir 5/1 com tranquilidade. Foi então que o atual 48 do mundo parece ter acordado e transformou o desastre em redenção, garantindo vaga na final do Masters 1000 de Monte Carlo.

“Foi uma partida incrível hoje. Vivi meu pior pesadelo ao estar perdendo por 5/1, mas depois venci 10 games seguidos. Consegui encontrar o meu ritmo e meu jogo. Havia bastante vento e está impossível de jogar um tênis de verdade e no final o que fiz foi apenas conseguir acertar melhor os forehands do que ele”, analisou o tenista de 28 anos, que irá disputar uma decisão na ATP pela primeira vez.

Vítima do sérvio, Medvedev reconheceu os méritos do rival e parabenizou Lajovic. “Ele foi passando a jogar cada vez melhor e a partir do 5/3 ou 5/4 praticamente não cometia mais um erro sequer. Merece todos os parabéns. Poderia ter aproveitado algumas chances (para tentar vencer o primeiro set), mas não foi isso que aconteceu. Continuei lutando até onde pude”, observou o russo.

Lajovic nunca havia vencido quatro partidas consecutivas antes de chegar ao Country Club de Monte Carlo nesta semana, mas acabou enfileirando cinco triunfos no saibro monegasco, deixando pelo caminho o tunisiano Malek Jaziri, o belga David Goffin, o austríaco Dominic Thiem, o italiano Lorenzo Sonego e por fim Medvedev a caminho do campeonato, buscando agora um título inédito.

“Hoje foi o meu jogo mais difícil, com certeza. Foi um desafio mental e físico, além do mais estava enfrentando um cara que joga um tênis complicado. Por fim, as condições só complicaram mais as coisas e ambos sofremos bastante”, complementou Lajovic, que na decisão fará um duelo inédito com o italiano Fabio Fognini, responsável pela eliminação do espanhol Rafael Nadal, 11 vezes campeão do torneio. O duelo acontecerá às 9h30 deste domingo (horário de Brasília).

Comentários
Raquete novo
Mundo Tênis