Notícias | Outros
Investigação de fraude em jogos cresce na França
22/03/2019 às 22h17
Publicidade
Publicidade

Paris (França) – A polícia francesa prendeu mais sete jogadores no meio desta semana suspeitos de terem recebido dinheiro para combinar resultados de jogos de pouca importância em torneios pequenos. Eles já foram liberados, elevando o número de tenistas interrogados desde janeiro na França para 17.As investigações estão sendo lideradas pelas autoridades policiais da Bélgica, onde se localiza a base do armênio Grigor Sargsyan, que está em prisão domiciliar e vigiado por um bracelete eletrônico.

O esquema de corrupção era movimentado através de mensagens por aplicativos e acredita-se que tenha ramificações em seis países, entre eles os Estados Unidos. As autoridades belgas pediram ajuda ao FBI e também às policias do Egito, Eslováquia, Bulgária, Holanda e Alemanha. Um investigador belga informou que cinco jogadores franceses admitiram ter recebido dinheiro para combinar jogos e que um deles teria confessado ter embolsado 30 mil euros, cerca de R$ 132.700. Acredita-se que 137 jogadores participaram do esquema ou foram sondados. As ofertas de suborno variavam de 500 a 3 mil euros para combinar jogo, sets ou games.

Comentários
Loja - livros
Suzana Silva