Notícias | Dia a dia | Australian Open
Nadal cede sete games e vence 250º jogo de Slam
18/01/2019 às 08h40

Espanhol chega sem perder sets às oitavas de final em Melbourne

Foto: Divulgação

Melbourne (Austrália) - Quem esperava por um duelo equilibrado entre Rafael Nadal e Alex De Minaur acabou presenciando uma partida dominada pelo espanhol. Por mais que o jogo tivesse longos ralis e De Minaur lutasse por cada ponto, Nadal foi superior em todos os aspectos da partida e cedeu apenas sete games para vencer por 6/1, 6/2 e 6/4 em 2h22 de partida.

A vitória desta sexta-feira foi a de número 250 para Nadal em Grand Slam. O espanhol é o terceiro que mais venceu jogos nos quatro principais palcos do tênis. Roger Federer é o recordista com 342 vitórias, seguido por Novak Djokovic que já venceu 260 partidas em torneios deste porte.

Número 2 do mundo, Nadal é o único jogador que pode tomar a liderança do ranking de Novak Djokovic neste Australian Open. Para isso, o campeão de 2009 precisa voltar a conquistar o título em Melbourne depois de uma década, além de torcer para que o sérvio perca antes das oitavas de final.

Nadal ainda não perdeu sets no primeiro Grand Slam da temporada. Depois de ficar sem jogar desde o US Open, em setembro, por conta de lesões no joelho direito e na coxa esquerda, dores abdominais e uma cirurgia para retirada de cisto no tornozelo esquerdo, o espanhol chegou a Melbourne apresentando uma novidade em seu estilo de jogo. O veterano de 32 anos fez mudanças em sua mecânica de saque e sofreu apenas duas quebras de serviço na primeira semana do torneio.

Em busca de um lugar nas quartas em Melbourne, Nadal enfrentará o tcheco Tomas Berdych. O espanhol tem ampla vantagem no retrospecto contra o rival de 33 anos, ex-top 10 e atual 57º do ranking. Em 23 confrontos entre eles, foram 19 vitórias do canhoto de Mallorca contra apenas quatro triunfos tchecos. Quando o assunto é Australian Open, uma vitória para cada lado. Nadal levou a melhor nas quartas de final em 2012, mas Berdych deu troco três anos mais tarde na mesma fase da competição.

Por sua vez, De Minaur sai do torneio cabeça erguida. O jovem australiano de 19 anos chegou a Melbourne embalado pela conquista de seu primeiro título de ATP, em Sydney, e por ocupar o melhor ranking da carreira na 29ª posição. Com os 90 pontos conquistados, em uma semana sem resultados a defender, ele deverá superar essa marca.

Os quatro primeiros games da partida foram muito longos e com chances para ambos os lados. O relógio na quadra já marcava 29 minutos, quando o espanhol vencia por 3/1. De Minaur chegou a comemorar uma quebra precoce ainda no terceiro game, mas viu a marcação ser corrigida pelo desafio eletrônico. Na repetição do ponto, Nadal encaixou um ótimo saque e conseguiu confirmar o saque logo depois. A situação ficou ainda melhor para o número 2 do mundo, que conseguiu sua primeira quebra logo no game seguinte e ampliou a vantagem pouco depois.

No encontro entre dois jogadores muito sólidos do fundo de quadra, De Minaur conseguia aguentar boa parte dos ralis diante de Nadal, mas faltava uma bola de definição ao australiano, enquanto o espanhol mostrava ter mais recursos em todos os fundamentos e atestava sua superioridade. O segudno set começou com um game de 14 minutos e nova quebra a favor de Nadal. Já no quinto game da parcial, o vice-líder do ranking pressionou a ponto de quebrar o serviço do anfitrião de zero.

Ciente de que precisaria mudar a dinâmica da partida, De Minaur tentou ser mais agressivo e encurtar os pontos no terceiro set. O jovem anfitrião também soube jogar com a torcida a favor, que não o deixava entregar os pontos. Por mais que o atleta da casa passasse a confirmar seus games com maior tranquilidade, Nadal precisou de apenas um break point, ainda no início da parcial, para conseguir a decisiva e derradeira quebra de serviço. Nadal fez 5 a 3 em aces, liderou nos winners por 37 a 21, e terminou a partida com 33 erros contra 24 de De Minaur. O espanhol criou treze break points e aproveitou cinco dessas chances e escapou ileso nas quatro vezes em que teve seu serviço ameaçado.

Comentários
Faberg
Roland Garros Series