Notícias | Dia a dia | Australian Open
Nadal elogia De Minaur e espera jogo equilibrado
16/01/2019 às 14h08

Espanhol venceu o único duelo anterior contra De Minaur no circuito

Foto: Ben Solomon/Tennis Australia

Melbourne (Austrália) - Depois de vencer seus dois primeiros jogos no Australian Open, Rafael Nadal já pensa em seu próximo compromisso em Melbourne. O número 2 do mundo encara o jovem anfitrião de 19 anos Alex de Minaur, que vem embalado pela conquista de seu primeiro título de ATP em Sydney e está com o melhor ranking da carreira no 29º lugar. Até por isso, o espanhol prevê um confronto equilibrado.

"Ele é um ótimo jogador. É muito jovem e está jogando com grande confiança depois de vencer sete partidas seguidas. Vai ser difícil, mas eu preciso estar pronto", disse Nadal, que venceu o único duelo anterior contra De Minaur, na terceira rodada de Wimbledon no ano passado. Como o australiano passa parte do ano na Espanha para treinar, é um velho conhecido do vencedor de 17 títulos de Grand Slam.

"Já faz alguns anos que sabemos que ele seria um bom jogador. Acho que ele melhorou muito nos últimos três anos. Hoje é um dos melhores jogadores do mundo e é uma realidade no circuito. Ele é muito jovem, está ganhando muitos jogos e melhorando ano a ano. Vai ser um jogo duro".

Ainda que Nadal esteja em um setor da chave que teve eliminações de favoritos como John Isner, Kevin Anderson e Kyle Edmund, o espanhol diz que evita pensar muito longe no torneio e espera por uma evolução gradual. "Eu vou ser muito honesto com vocês (jornalistas). Normalmente, eu olho para toda a chave, mas na situação em que estou hoje, voltando de lesão, estou pensando em um dia de cada vez".

"Eu nem sabia que Edmund estava na minha parte do chave. Eu só sei um pouco sobre as primeiras rodadas do torneio. Agora, tenho um adversário difícil como de Minaur", explicou o espanhol. "Os cabeças de chave são estão nessas posições porque jogaram melhor nos últimos 12 meses, mas isso não significa que eles vão jogar melhor durante estas duas semanas. Quando eles perdem, há outro jogador que está jogando melhor".

Nadal não disputava um torneio profissional desde o US Open, primeiro por causa de problemas no joelho e depois teve dores abdominais que o tiraram do Masters 1000 de Paris e do ATP Finals. Aproveitando a ausência nestes dois torneios, o espanhol de 32 anos ainda fez uma cirurgia para retirar um cisto do tornozelo direito. Já no início de 2019, o espanhol sentiu uma lesão na coxa esquerda e também não atuou no ATP 250 de Brisbane. "É um desafio todos os dias. Hoje foi um passo muito importante para mim. O jeito que eu joguei foi muito positivo, na minha opinião. Estou feliz com o resto das coisas".

A respeito da vitória por 6/3, 6/2 e 6/2 sobre o australiano Matthew Ebden, Nadal acredita ter elevado seu nível em relação ao desempenho apresentado na estreia, diante do também anfitrião James Duckworth. No entendimento do espanhol, salvar três break points no sétimo game do set inicial foi fundamental para a vitória em sets diretos.

"Foi um jogo um pouco mais lógico hoje à noite. Ele não é um adversário fácil. Foi uma vitória muito positiva para mim. Estou feliz pelo jeito que eu joguei. Comecei um pouco devagar, especialmente nas devoluções, mas meu saque foi bom desde o início", comenta o número 2 do mundo. "Então eu salvei aquele game no 3/3. Depois disso as coisas mudaram e acho que joguei bem", finaliza o espanhol, que só enfrentaria mais um break point até o fim do jogo.

Comentários
Faberg
Roland Garros Series