Notícias | Dia a dia | Australian Open
Tomic dispara contra Hewitt e faz graves acusações
14/01/2019 às 23h52

Tomic pediu queda de Hewitt como capitão

Foto: Arquivo

Melbourne (Austrália) - Eliminado na primeira rodada do Australian Open, com uma derrota em sets diretos para o croata Marin Cilic, o australiano Bernard Tomic não mediou palavras na entrevista coletiva após o jogo e mirou no ex-número 1 do mundo Lleyton Hewitt, que foi duramente criticado pelo compatriota.

“Ninguém gosta dele mais. Ele está fazendo tudo errado, resolve jogar a Copa Davis, mas já está aposentado, e além disso continua jogando aquelas partidas no circuito (nas duplas)”, disparou o atual 88 do mundo, que questionou a ligação de Hewitt com a Tennis Australia e pediu sua substituição como capitão da Copa Davis.

“Ele costumava odiar a federação, mas agora é estranho porque ama eles. O que aconteceu? Acho que ele está se usando do poder e dos recursos. Não o vejo priorizando Nick (Kyrgios), ou (Thanasi) Kokkinakis, sempre coloca a si mesmo na frente”, acrescentou o australiano.

Tomic não poupou as acusações feitas ao compatriota. “Se você está aposentado, por que continua jogando torneios de duplas e essas coisas? Todos os caras que ganham convites e outras coisas estão dentro do seu esquema”, finalizou o tenista de 26 anos.

As declarações levaram Hewitt e a Tennis Australia agendarem uma ‘reunião de emergência’ para esta terça-feira, segundo informa o site do FoxSports australiano. Segundo a Fairfax Media, o ex-número 1 se encontrará com os chefes do tênis e o foco será sua posição como capitão da Copa Davis.

Comentários
Faberg
Roland Garros Series