Notícias | Outros
Francês frustra torcida e ganha ouro na Argentina
13/10/2018 às 15h51

O francês Hugo Gaston (ao centro) venceu o argentino Facundo Diaz Acosta na final. O representante brasileiro Gilbert Klier recebeu a medalha de bronze

Foto: Sergio Llamera/ITF

Buenos Aires (Argentina) - Apesar de toda a torcida do público argentino, que lotou as arquibancadas na manhã deste sábado, a medalha de ouro no tênis masculino dos Jogos Olímpicos da Juventude ficou com o francês Hugo Gaston. O jogador de 18 anos e número 4 no ranking mundial juvenil da ITF derrotou o anfitrião Facundo Diaz Acosta, 13º colocado, por 6/4 e 7/5.

Depois de perder o set inicial, o canhoto Acosta começou melhor na parcial seguinte. Incentivado pelos mais de 5 mil torcedores, o jogador da casa conseguiu duas quebras de serviço no segundo set e chegou a liderar por 5/2. Mas depois de perder a primeira chance de sacar para fechar, o argentino caiu muito de rendimento e viu o francês ganhar confiança para vencer cinco games seguidos.

Gaston é o terceiro jogador a conquistar a medalha de ouro nos Jogos da Juventude. O primeiro foi o colombiano Juan Sebastian Gomez, na edição inaugural do evento no ano de 2010 em Cingapura. Já em 2014, na cidade chinesa de Nanjin, o polonês Kamil Majchrzak venceu a final contra o representante brasileiro Orlando Luz.

O Brasil novamente subiu ao pódio nos Jogos da Juventude. O brasiliense de 18 anos Gilbert Klier Júnior havia garantido o terceiro lugar na última sexta-feira, depois de superar o búlgaro Adrian Andreev. Klier recebeu neste sábado a terceira medalha olímpica do tênis brasileiro, sendo que o gaúcho Orlando Luz e o paulista Marcelo Zormann têm um ouro em duplas em Nanjing.

Também neste sábado houve a disputa do bronze na chave feminina de simples, com a vitória da colombiana Maria Camila Osorio Serrano sobre a chinesa Xinyu Wang por 7/6 (7-4) e 6/0. Além disso, houve a decisão de duplas femininas, com a eslovena Kaja Juvan e a polonesa Iga Swiatek vecendo as japonesas Yuki Naito e Naho Sato por 6/7 (5-7), 7/5 e 10-4. O bronze ficou com as chinesas Xinyu Wang e Xiyu Wang.

Comentários
Raquete novo
Mundo Tênis