Notícias | Outros
Klier é cabeça 7 nos Jogos da Juventude na Argentina
05/10/2018 às 17h01

Klier estreia contra adversário sérvio em Buenos Aires

Foto: Arquivo

Buenos Aires (Argentina) - O brasiliense Gilbert Klier Júnior é o único representante brasileiro nas competições de tênis dos Jogos Olímpicos da Juventude, que acontecem em Buenos Aires, a partir deste sábado. O jogador de 18 anos é o atual 12º colocado no ranking mundial juvenil da ITF e será o cabeça 7 da competição no saibro argentino.

A estreia de Klier será contra o sérvio Marko Miladinovic, jogador de 17 anos. Adversário do brasiliense, Miladinovic já foi número 2 do mundo no ranking juvenil e ocupa atualmente o 59º lugar na ITF e a 560ª posição entre os jogadores profissionais no ranking da ATP.

Caso passe por seu primeiro adversário, Klier pode enfrentar o arubeneho Patrick Sydow ou o norte-americano Drew Baird. O brasiliense está no mesmo quadrante do argentino Sebastian Baez, segundo favorito no evento. O principal cabeça de chave é o taiwanês Chun Hsin Tseng, campeão juvenil de Roland Garros e Wimbledon na atual temporada.

Para as competições de duplas não há a obrigação de jogar ao lado de atletas do mesmo país. Klier faz uma parceria sul-americana com o colombiano Nicolas Mejia e estreia contra Drew Baird e Tristan Boyer, dos Estados Unidos. Já nas duplas mistas, o brasiliense atua ao lado da japonesa Naho Sato e enfrentam a irlandesa Georgia Drummy e o beninense Delmas N'Tcha.

Klier conquistou dois títulos importantes na temporada. Em março, ele venceu a Copa Paineiras, torneio Sul-Americano Individual disputado em São Paulo. Já no mês passado, foi campeão do ITF G1 de College Park, em Maryland, nos Estados Unidos. O brasiliense também se destacou no torneio juvenil de Wimbledon, onde chegou às quartas de final.

Esta será a terceira edição dos Jogos Olímpicos da Juventude. A edição inaugural foi em Cingapura, no ano de 2010, quando o alagoano Tiago Fernandes chegou às quartas de final em simples e na segunda rodada de duplas. Quatro anos depois, na cidade chinesa de Nanjing, o gaúcho Orlando Luz foi medalhista de prata em simples e ouro nas duplas, em parceria com o paulista Marcelo Zormann. Naquele mesmo ano, Orlandinho chegou às quartas em duplas mistas, com a paulista Luisa Stefani.

Comentários
Raquete novo
Mundo Tênis