Notícias | Outros
Façanha é tri no Seniors. Christa, nº 4, campeã.
07/09/2018 às 20h24

Christa Coelho, quarta do mundo nos 75 anos, e a vice Elfrida Zarling.

Foto: Suely Barros/Divulgação

Salvador (Bahia) - Mais dois títulos do Brasileiro de Seniors foram definidos nesta sexta-feira. No Costa Verde Tennis Club, na capital baiana. A chuva atrapalhou e interrompeu os jogos por cerca de uma hora e meia pela manhã, mas na retomada, Amadeu Façanha, sexto do mundo, consolidou o título na categoria 60 anos masculino, chegando ao tricampeonato - venceu Aracaju (SE) em 2017 e Ribeirão Preto (SP) em 2015. Façanha superou na final Eduardo Izoldi por 6/1 e 6/3. "Izoldi é um grande jogador, tem uma bola que dificulta muito a devolução, muito spin, roda muito, é preciso estar muito atento o tempo todo. Ele complicou muito no fim, teve 40/15 no 5/3 e saque dele. Se confirmasse ali, poderia ter complicado bastante. Eu comecei muito bem, estava embalado. Ganhei o primeiro set e estava bem no segundo, quando a chuva deu uma esfriada, situação igual para os dois, mas para quem está ganhando complica mais. Para mim era uma expectativa muito grande pois ganhei ano passado em Aracaju e teria que defender os pontos esse ano. Agora tricampeão, estou muito feliz." Nos 75 anos feminino, Christa Coelho, quarta do mundo, conquistou o título marcando 6/1 e 6/0 sobre a catarinense Elfrida Zarling.

Estão definidas as finais nas categorias 50 feminino, com a catarinense Tânia Candemil e a mineira Livia Torres; nos 55 feminino, com a brasiliense Venus Aragão enfrentando a cearense Lourdes Macedo; nos 55 masculino, o paulista Helio Ferreira vai encarar o goiano Pedro Coelho;  e nos 45 feminino, a gaúcha Maria Luisa e a sergipana Valdinete Santos se enfrentarão na decisão. Nos 50 masculino, o quarto do ranking, o paranaense Marco Silva segue confirmando o favoritismo. Ele marcou duplo 6/2 sobre o baiano Ary Junior e encara o carioca José Amariudo. A número 2 do mundo nos 35 feminino, a brasiliense Carolina Madrid Barcelos, jogou apenas dois games. Empatava em 1/1 quando a adversária, a mineira Elen Costa, sentiu problemas físicos e desistiu. Nos 45 masculino, o carioca Clayvert Gusmão decidirá o título contra o carioca Márcio Iorio, algoz do baiano ídolo do vôlei Paulo Emílio.

Bahia disputa duas finais neste sábado  - O baiano Evaldo Jr., um dos grandes reveladores de talentos na Bahia e técnico da equipe do Costa Verde Tennis Clube, superou Francisco Coelho, do Amapá, por 6/4 e 6/0 e vai buscar o título da categoria 35 anos contra o paulista Sérgio Gianetti, de Cotia. "Jogo duríssimo. Comecei com tática errada, mas no terceiro game mudei e no segundo set, cresci sem dar chance para ele. Gostei da minha performance, agressivo, intenso", disse Evaldo. "Não conheço nada dele, ele também nada de mim então está tudo igual. A torcida aqui será fundamental para mim manter motivação e a concentração, força positiva", comentou Evaldo Jr. sobre o adversário na final.

Gianetti, principal favorito, marcou 6/3 e 6/0 sobre o carioca Maurício Seiblitz. Paulista de Cotia, ele viveu um drama em junho deste ano ao sofrer de hepatite A. Foi uma semana de UTI, mais dois dias de semi-intensivo e 60 dias de cama. "Foi duro, tive um contratempo, Hepatite A. Por conta da doença, fiquei 73 dias sem pegar numa raquete. Consegui treinar cerca de um mês antes de vir para cá. Minha médica liberou para vir, em princípio só para passear, disse que com sorte poderia jogar. Estou tendo essa sorte até agora, vim sem expectativas, para curtir. O legal é que cada vez que treino mais tenho sorte", apontou. Gianetti destacou o duelo contra o baiano que não conhece. "A gente sempre acaba observando um pouco. Conversei um pouco com ele esta semana. Gosto de jogar com torcida contra. Vai ser uma boa final, sem dúvida." Nos 40 anos masculino, o troféu será definido entre o número 3 do mundo, o mineiro Felipe Miana , de Juiz de Fora, que encara o baiano Emerson Mangabeira.

Resultados desta sexta-feira (07/09):

50F - Tania Candemil (SC) 6/2 0/6 6/1 Valeria Cerqueira (BA)

55F - Lourdes Macedo (CE) 6/4 6/2 Leonilda Stanziola (MG)

55F - Venus Aragão (DF) 6/2 6/1 Elisa Lopes (DF)

55M - Pedro Coelho (GO) 6/2 7/5 Hildebrando Filho (BA)

55M - Helio Ferreira (SP) 6/0 6/2 Carlos Gomes (DF)

60M - Amadeu Façanha (DF) 6/1 6/3 Eduardo Izoldi (SP)

75F - Christa Coelho (MG) 6/1 6/0 Elfrida Zarling (SC)

75F - Lucia Meireles (SE) venceu Luiza Silva (BA) por WO

45F - Maria Luisa (RS) 6/0 6/2 Idenir Medeiros (DF)

45F - Valdinete Santos (SE) 6/2 6/3 Marcia Pelanda (PR)

50F - Livia Torres (MG) 6/2 6/1 Leila Rodrigues (DF)

50F - Rita Santiago (BA) venceu por WO Claudia Yachiro (PR)

40M - Felipe Miana (MG) 6/0 6/0 Gustavo Miranda (BA)

50M - Marco Silva (PR) 6/2 6/2 Ary Junior (BA)

50M - José Amariudo (RJ) 6/2 6/2 Carlos Cucchi (SP)

35F - Carolina Madrid (DF) 1/1 desistência Elen Costa (MG)

35F - Paula Negrão (AL) 6/0 6/0 Vanessa Souto (RJ)

35M - Sergio Gianetti (SP) 6/0 6/3 Mauricio Seiblitz (RJ)

35M - José Evaldo Jr. (BA) 6/4 6/0 Francisco Caetano (AP)

40M - Emerson Mangabeira (BA) 7/5 7/6 A. Monteiro (SP)

45M - Clayvert Gusmão (RJ) 6/2 6/3 Carlos Probst (RS)

45M - Marcio Iorio (RJ) 6/2 6/1 Marcelo Kohama (SP)

Comentários
Raquete novo
Mundo Tênis