Notícias | Outros
Paulo Emílio, ex-nº 1 do vôlei de praia, joga em Salvador
01/09/2018 às 20h03

Paulo Emílio quando disputou torneio de seniores em Brasília.

Foto: Arquivo

Salvador (Bahia) - Um dos grandes nomes do vôlei de praia do Brasil na década de 90 e no início dos anos 2000, o baiano de Salvador Paulo Emílio será uma das atrações do Campeonato Brasileiro de Seniores  nas quadras do Costa Verde Tennis Clube. O evento começa nesta segunda-feira e vai até o sábado, dia 8. O torneio conta com 196 atletas de 16 estados brasileiros, contando pontos para o ranking da Federação Internacional.

Paulo Emílio foi eleito o melhor jogador de vôlei de praia do mundo na temporada 1992/1993. Formou dupla de sucesso com o também baiano Paulão. Eles foram medalha de prata nos Jogos Pan-americanos de Santo Domingo, na República Dominicana, em 2003, e terminaram em 3º lugar no Mundial de Vôlei de Praia em 1997 e no Circuito Mundial daquele mesmo ano. Paulo Emílio formou dupla também com Zé Marco e foram campeões sul-americanos em 1994 e ainda teve outros grandes parceiros como o campeão olímpico do vôlei de quadra, Carlão.

Aos 48 anos, Paulo Emílio descobriu o tênis há 10 anos na academia Frugoni, no bairro de Pituba na capital baiana, chegou a competir em alguns eventos locais de seniores entre 2010 e 2012. Depois de cinco anos, optou por focar no circuito nacional e mundial de seniores após um convite para jogar o torneio de Brasília (DF). "Depois que parei de jogar vôlei de praia, não queria ficar parado e procurei um novo esporte, um novo desafio e o tênis, por ser um esporte individual, gostei muito e me apaixonei. Fiquei desde 2012 mais no tênis social, com os amigos, até que neste ano fui convidado para jogar em Brasília e passei a me preparar para disputar eventos pelo Brasil e América do Sul", disse Paulo Emílio. "Jogar em casa será muito especial, estarei perto dos amigos, família dando força. O objetivo é me divertir, mas competindo, lutando", apontou. Ele estreia nesta terça-feira, na parte da tarde, contra o também baiano Luiz Júnior na categoria 45+. Após o Brasileirão em Salvador, ele vai disputar outras etapas, no Rio de Janeiro e São Paulo, e prevê entrar nos  torneios pela América do Sul em 2019.

Por problemas no joelho, Paulo Emílio teve que abandonar o vôlei de praia em 2009 e não pratica mais o esporte. Ele está com o foco voltado ao tênis, mas sente saudades do esporte que disputou como profissional. "Claro que sinto falta, uma saudade boa, principalmente dos amigos, aquele ambiente de competição. Vôlei de praia me deu várias conquistas importantes e sou muito grato pelo que conquistei e representei no vôlei de praia. Hoje em dia não consigo mais saltar por conta do joelho e só jogo tênis," explicou.

O Campeonato Brasileiro de Seniores começa nesta segunda-feira, às 9 horas, com jogos nas categorias 60+, masculino e feminino, até os 80+ masculino. Na terça-feira serão 45 jogos e 66 na quarta. O torneio tem 196 atletas dos 35 até mais de 80 ano, contando com sete jogadores no top 10 mundial no ranking. São 16 estados brasileiros representados: Bahia, Rio de Janeiro, São Paulo, Paraná, Distrito Federal, Goiás, Pará, Minas Gerais, Maranhão, Rio Grande do Sul, Ceará, Santa Catarina, Sergipe, Alagoas, Paraíba e Mato Grosso do Sul.

O torneio terá outras atrações como um show de uma grande banda de axé da Bahia, no dia 6. Os atletas terão Sala Vip todos os dias com massagista, fisioterapeuta, uma sala de hidroterapia. No dia 5 serão arrecadados alimentos para uma instituição de caridade. Haverá também clínica para alunos do projeto social Casange.

Comentários
Raquete novo
Mundo Tênis