Notícias | Dia a dia | US Open
Com 35 erros, Wozniacki cai de novo na 2ª rodada
31/08/2018 às 00h27

Wozniacki permitiu cinco quebras de serviço na partida

Foto: Divulgação

Nova York (EUA) - Longe de mostrar seu melhor tênis depois de lidar com muitos problemas físicos na preparação para o US Open, Caroline Wozniacki se despediu na segunda rodada do Grand Slam norte-americano pelo segundo ano seguido. A dinamarquesa perdeu por 6/4 e 6/2 para a ucraniana Lesia Tsurenko, 36ª colocada no ranking mundial.

Antes de ser campeã do Australian Open, em janeiro deste ano, o melhor Grand Slam de Wozniacki costumava ser o US Open. Em Nova York, a dinamarquesa já foi vice-campeã em 2009 e 2014, além de ter sido vice-campeã nos anos de 2010, 2012 e 2016. A jogadora de 28 anos teve uma preparação para o torneio comprometida por lesões na perna esquerda, no joelho direito e também no ombro.

Embora a queda precoce não tenha impacto negativo no ranking para Wozniacki, que repete a campanha de 70 pontos da temporada passada, a número 2 do mundo perde uma boa oportunidade de se aproximar da atual líder do ranking Simona Halep, que perdeu ainda na estreia do Grand Slam norte-americano.

Por sua vez, Tsurenko marcou a sétima vitória da carreira contra top 10 e a segunda na temporada. A ucraniana de 29 anos chega à terceira rodada de um Grand Slam apenas pela quarta vez na carreira e já garante sua melhor campanha no US Open. A adversária de Tsurenko na próxima fase será a tcheca Katerina Siniakova, que derrotou a australiana Ajla Tomljanovic por 6/3, 6/7 (3-7) e 7/6 (7-4).

Wozniacki e Tsurenko protagonizaram um duelo com muitos pontos longos, em média com nove trocas de bola a cada rali. Os games disputados entre elas também eram cheios de oportunidades para ambos os lados, embora a dinamarquesa tivesse dificuldade de se impor e contasse demais com os erros de sua adversária.

O começo de partida foi favorável a Wozniacki, que abriu 2/0 e posteriormente 3/1. Tsurenko cometeu seis duplas faltas em seus dois primeiros games de saque e foi quebrada em ambas as ocasiões. Ainda no início da disputa, a ucraniana pediu atendimento médico para o braço e cotovelo direito e vinha sendo tratada em todas as viradas de lado.

Wozniacki não conseguia confirmar o saque e tinha dificuldades para definir os pontos, fosse pelos muitos erros ou por bolas muito curtas e permitiu duas quebras seguidas à adversária. A dinamarquesa teve suas chances de voltar ao jogo quando perdia por 4/3, mas não aproveitou os três break points e não evitou a perda de um longo set de 67 mintuos. Já na parcial seguinte, Wozniacki foi ainda mais frágil e fez só seis pontos no saque de sua adversária e conseguiu duas bolas vencedoras. A dinamarquesa permitiria mais duas quebras. Tsurenko foi mais agressiva e liderou a estatística de winners por 19 a 6 e fez 38 erros não-forçados contra 35 da dinamarquesa.

Comentários
Faberg
Roland Garros Series