Notícias | Outros
Brasileirão define campeões do G1 em Minas
21/07/2018 às 10h13

Brasileirão encerrou a disputa de simples e duplas do G1 com bons jogos em Uberlândia

Foto: Divulgação

Uberlândia (MG) – Foram definidos na sexta-feira os campeões do G1 do Campeonato Brasileiro de Tênis, o Brasileirão. Neste sábado começa a Copa das Federações, torneio interfederações que reunirá 18 Estados e mais de 150 equipes e que promete ser ainda mais acirrado. A competição interestadual vai até o dia 24 nas quadras de saibro do Praia Clube. Na sequência, será disputado o GA (torneio de maior graduação), que ocorre de 25 a 29 de julho.

Um dos destaques do G1 foi o brasiliense Bernardo Papas, que venceu o sul-mato-grossense Matheus Correa por 6/0 e 6/3 e sagrou-se campeão dos 18 anos. Aluno da Montverde Academy, do ex-top 40 Jaime Oncins, ele está há dois anos na Flórida.
"Não podia perder a oportunidade de jogar este torneio. Já fui campeão algumas vezes e hoje tive a felicidade de conquistar o título de novo".

Nos 18 anos feminino, que foi uma disputa de todas contra todas num grupo de cinco tenistas, o título foi conquistado pela paranaense Julia Campos, que treina desde o início do ano no CFR, em São Carlos. O vice-campeonato ficou com a paulista Gabrielly Lamas. "Joguei bem, estou voltando agora aos torneios e vou jogar a Copa das Federações pelo Paraná. Estou bem ansiosa, pois são os melhores torneios do ano e espero ir bem novamente", projetou Julia.

O gaúcho Guilherme Gomides, da Dietze Tennis, derrotou o paulista Lucas Torres por 7/6 (7-1) e 6/4 e foi campeão dos 16 anos. "Consegui fazer uma boa semana no Brasileirão, com muitas partidas duras". No feminino, ninguém conseguiu parar a potiguar Vitórias Barandas, que faturou os títulos de simples e de duplas. Ex-pupila de Gonçalo Fischer e de Didier Rayon, a tenista de 15 anos está há dois meses treinando com Juan Pablo Etchecoin, no Rio de Janeiro. Na simples, ela venceu a atleta do Praia Clube Andria Silva, por 6/1 e 6/2, e também levou as duplas ao lado da paranaense Giovana Brehmer.

"A princípio eu nem viria porque fiquei um tempo sem treinar por causa da mudança para o Rio de Janeiro, quase parei no início do ano. Foi um processo de adaptação. Mas como era o Brasileirão resolvi vir. Não esperava ganhar, mas meu jogo encaixou, fui ganhando todos os jogos e cheguei na final de simples e duplas. Aí entrei em quadra relaxada, sem pressão nenhuma, e foi o meu melhor dia. Isso me dá uma motivação a mais para voltar a jogar os torneios", explicou.

Nos 14 anos masculino, o título ficou com o goiano Luis Felipe Miguel, que venceu o paulista Felipe Iser por duplo 6/1. No feminino, a paulista Larissa Silva, do Instituto Tênis, derrotou a mineira Maria Clara Silva por 6/3 e 6/1 e foi a campeã.

Nos 12 anos, o paulista Rafael Jodas foi o campeão ao vencer o mineiro Miguel Barros por 3/6, 6/3 e 6/0, e a paulista Isadora Fares, do Clube Monte Líbano, levou o título com vitória sobre a paranaense Georgia Zatti, do Clube Curitibano, por 6/1 e 6/3.

Comentários
Loja - camisetas
Suzana Silva