Notícias | Dia a dia | Wimbledon
Djokovic bate Nishikori e iguala marcas de Sampras
11/07/2018 às 12h03

Djokovic parou nas quartas no ano passado

Foto: Divulgação

Londres (Inglaterra) - O sérvio Novak Djokovic justificou seu favoritismo, derrotou o japonês Kei Nishikori nesta quarta-feira por 3 sets a 1, com parciais de 6/3, 3/6, 6/2 e 6/2, e foi o primeiro a garantir vaga na semifinal de Wimbledon.

Em busca de uma final no tradicional evento britânico que não vem desde 2015, quando levantou a taça pela terceira vez, ‘Nole’ terá como próximo rival o vencedor da partida envolvendo o espanhol Rafael Nadal e o argentino Juan Martin del Potro. Contra o canhoto de Mallorca ele tem vantagem apertada no histórico (26 a 25), ao passo que tem boa frente no retrospecto contra Delpo (14 a 4).

A vitória sobre Nishikori foi a 63ª do sérvio na grama do All England Club, igualando uma marca do norte-americano Pete Sampras, que soma o mesmo número de triunfos na competição. Os dois estão empatados na quarta colocação entre os que mais venceram lá, atrás apenas do suíço Roger Federer (95), do norte-americano Jimmy Connors (84) e do alemão Boris Becker (71).

Outro número de Sampras que o tricampeão de Wimbledon igualou foi o de semifinais no torneio. Djokovic vai para a penúltima rodada pela oitava vez, empatando também com o norte-americano John McEnroe. À frente deles estão Federer (12), Connors (11) e Becker (9).

O duelo entre Djokovic e Nishikori foi um tanto tenso e muitas vezes se viu altos e baixos dos dois lados. O japonês não entrou em quadra com a postura agressiva necessária e Djokovic obteve quebra prematura para sair na frente.

O japonês então resolveu arriscar mais. Agrediu a devolução, tentou até saque e voleio, fez curtinhas. O sérvio sentiu, tomou uma postura de muita reclamação e levou advertência. Mas Djokovic retomou o domínio nas trocas de fundo de quadra a partir do terceiro set e com isso sempre saiu com quebras à frente, dando pouca margem de reação a Nishikori.

A estatística final mostrou que Djokovic acertou 67% do primeiro serviço, tendo feito seis aces e ganhado 85% desses lances. Foi também 21 vezes à rede e ganhou 19 delas, bem superior às 21 tentativas e 13 sucessos do adversário. Djokovic liderou folgadamente em winners (40 a 29) e erros (21 diante de 34).

Comentários
Faberg
Roland Garros Series