Notícias | Dia a dia
Novo torneio da ATP pode extinguir a Copa Hopman
08/07/2018 às 18h45

Suíça de Federer e Bencic é a atual campeã da Hopman

Foto: Arquivo

Perth (Austrália) - Tradicional evento de começo de ano, a Copa Hopman pode estar com seus dias contatos e corre o risco de sumir do calendário do tênis mundial. Tudo isso por causa do World Team Cup, evento entre nações criado pela ATP que dará pontos aos tenistas e está programado para estrear na temporada de 2020.

O jornal australiano Sunday Times entende que o governo do estado da Austrália Ocidental, maior estado do país, está se preparando para desviar os recursos que coloca na competição mista entre nações, que acontece desde 1989, para investir no torneio da ATP, que contará com 20 milhões de dólares australianos em prêmios, se tornando a competição com maior premiação depois dos quatro Grand Slam.

Acredita-se que o governo de Austrália Ocidental e federação australiana de tênis estejam em negociações detalhadas sobre a organização do novo torneio da ATP, que terá três grupos de oito equipes. De acordo com a imprensa local, a mudança de foco no investimento poderá significar o fim da Copa Hopman, que já é vista como condenada pela ITF.

A única chance de a Copa Hopman sobreviver neste parece ser se a Tennis Australia e o governo de Austrália Ocidental não conseguirem fechar um acordo para levar o novo evento para Perth. Além de perder o tradicional evento misto entre nações, Perth também não receberá as finais do novo torneio da ATP, que deverá acontecer em Sydney ou Brisbane.

"Temos um acordo em vigor com o governo para realizar o evento até 2022 e a Tennis Australia planeja homenagear este acordo", disse federação local em uma nota oficial. Questionado sobre o futuro da Hopman, o ministro do turismo Bill Johnston se recusou a comentar o caso. Em um comunicado, um porta-voz do governo disse que este está "comprometido em apoiar o tênis de classe mundial em Perth".

Comentários
Raquete novo
Mundo Tênis