Notícias | Outros
Mundial cadeirante: juvenis conquistam inédito vice
05/06/2018 às 07h21

Jucélio Torquato, Maria Fernanda Alves e João Lucas Takaki, vice-campeões.

Foto: Divulgação

Apeldoorn (Holanda) – O time júnior do Brasil conquistou o inédito vice-campeonato do BNP Paribas World Team Cup, o Mundial de Tênis em Cadeira de Rodas, neste sábado, em Apeldoorn, na Holanda. 

Formada por Maria Fernanda Alves, Jucélio Torquato e João Lucas Takaki, a equipe brasileira fez uma campanha irretocável na primeira fase, a melhor entre os oito times participantes. Foram três vitórias em três confrontos contra Rússia, Holanda e Malásia. Dos nove jogos, a equipe nacional perdeu apenas um, com um aproveitamento de 16 sets a favor e quatro contra.
 
Na semi, o time brasileiro venceu a Austrália por 2 a 1 e chegou invicto à decisão contra a forte equipe da Rússia. Na final, Maria Fernanda acabou superada por Vadim Obukhov por 2 sets a 1, com parciais de 6/4, 4/6 e 6/2. E Jucélio Torquato foi derrotado por Sergei Lysov por duplo 6/2. 
 
O time masculino encerrou o Mundial na 10º colocação, enquanto o feminino terminou em oitavo lugar. Todas as equipes garantiram vaga direta para o Mundial de 2019. "O Mundial é uma competição muito forte, é a principal do ano e reúne os melhores países do mundo. O Brasil alcançou o objetivo principal, que é garantir as três equipes no Mundial do ano que vem, com o 10º lugar no masculino, oitavo lugar no feminino e o inédito vice-campeonato no júnior", destacou o coordenador do Departamento de Tênis em Cadeira de Rodas da Confederação Brasileira de Tênis, Wanderson Cavalcante.
 
"No ano passado, pela primeira vez ficamos em terceiro lugar no júnior e este ano conseguimos melhorar e conquistar a segunda colocação. Os meninos jogaram super bem todos os confrontos, sentiram um pouco na final. Isso é fruto de um trabalho que vem sendo feito pela CBT, que tem investido nos juniors e no surgimento de novos jogadores. Já são anos de trabalho desenvolvendo o tênis em cadeira de rodas no Brasil", ressaltou.
 
O vice-presidente da CBT, Jesus Tjara, responsável pelo Tênis em Cadeira de Rodas, também exaltou o excelente desempenho do Brasil no Mundial, na Holanda. "Mais uma vez, as três equipes estão classificadas para o Mundial do ano que vem. Isso é importante, mostra que estamos evoluindo a cada ano. Estamos sempre entre as melhores equipes do mundo e ano que vem esperamos dar mais passos para chegar perto do topo", projetou.
 
A próxima grande competição do Tênis em Cadeira de Rodas será a Copa das Federações, que será disputada entre os dias 13 e 16 de junho no Centro de Treinamento Paralímpico Brasileiro, em São Paulo. "É fruto do trabalho que desempenhamos ao longo dos anos. Para culminar teremos a Copa das Federações, o trabalho continua, não só com as equipes que competem no Mundial, mas também com as equipes de base, já pensando em oito, dez anos na frente", concluiu Jesus.
Comentários
Raquete novo
Mundo Tênis