Notícias | Dia a dia | Roland Garros
'Tive que lutar por cada ponto', afirma Nadal
29/05/2018 às 14h24

Nadal precisou salvar quatro set points na terceira parcial contra Bolelli

Foto: Divulgação

Paris (França) - Depois de vencer seu jogo de estreia em Roland Garros, Rafael Nadal sente que teve que lutar por cada ponto para conseguir a vitória em três sets diante do italiano Simone Bolelli. Nadal destacou a tática agressiva de seu adversário e conta que precisou ser muito forte mentalmente nos momentos decisivos.

"Foi uma partida muito difícil, Bolelli bate muito forte na bola e tive que lutar por cada ponto. Felizmente consegui definir a disputa ainda no terceiro set", disse Nadal após a vitória por 6/4, 6/3 e 7/6 (11-9). "Eu não sabia que ele jogaria de forma tão agressiva. Entendi que eu realmente teria que atacar e manter a mentalidade adequada e ser positivo, porque eu estava jogando muito bem".

Nadal precisou salvar quatro set points na terceira parcial e falou sobre como lidou com a pressão. "Eu não pensava em outra coisa que não fosse ganhar o próximo ponto. O jogo ficou um pouco complicado no tiebreak, mas eu sabia que se perdesse o set, nada mudaria. O jogo continuaria, eu ficaria com dois sets a um e meu oponente teria que manter aquele nível por muito tempo para ganhar o jogo".

O espanhol também falou sobre o fato de o jogo ter sido interrompido na última segunda-feira quando o rival liderava por 3/0 no terceiro set. "Sabia que o 3/0 não era decisivo, porque no saibro eu posso devolver quebras e recuperar vantagens rapidamente, e foi o que eu fiz. Porém ele voltou a dificultar a partida nos games finais. Em alguns momentos a quadra estava um pouco estranha, eu escorregava em muitas ocasiões, não sei se é por causa da chuva ou se tem outra razão".

"Para mim, foi difícil adiquirir ritmo e chegar a 100% do meu nível, porque foram poucos os pontos que eu pude aproveitar a vantagem de bater três, quatro bolas da posição certa", complementou o número 1 do mundo, que enfrenta na segunda rodada o canhoto argentino Guido Pella. Nadal venceu o único duelo anterior contra Pella, atual 78º do ranking, durante o Masters 1000 de Indian Wells do ano passado.

Diante de uma vitória em sets diretos mesmo em uma partida em que foi exigido, Nadal foi novamente perguntado sobre seu domínio no saibro ao longo de mais de uma década, mas rechaçou a alcunha de "imbatível" em sua superfície favorita.

"As pessoas dizem isso sobre mim porque eu ganhei dez vezes aqui, onze em Monte Carlo, onze em Barcelona e oito vezes em Roma, mas não me considero invencível", disse o espanhol que tem 91,9% de aproveitamento no saibro e só perdeu dois jogos em Roland Garros na carreira. "A chave do meu sucesso é que eu respeito cada oponente. Eu entro em quadra sabendo que posso ganhar ou posso perder, e essa é a beleza desse esporte: qualquer coisa pode acontecer".

Comentários
Faberg
Roland Garros Series