Notícias | Dia a dia
Soares e Murray são eliminados pelos irmãos Bryan
11/05/2018 às 11h59

Soares e Murray pararam nas quartas de Madri

Foto: Arquivo

Madri (Espanha) - Segunda melhor dupla da temporada, os irmãos norte-americanos Bob e Mike Bryan mantiveram o bom momento após o título de Monte Carlo e derrubaram o mineiro Bruno Soares e o parceiro britânico Jamie Murray nas quartas de final do Masters 1000 de Madri, aplicando parciais de 6/4, 6/7 (4-7) e 10-7, depois de 1h31 de jogo.

Os gêmeos norte-americanos não apenas seguem de olho no título, mas também na liderança do ranking. Para isso, eles precisam erguer a taça na Caixa Mágica e torcer para que o polonês Lukasz Kubot, parceiro do mineiro Marcelo Melo e atual número 1 do mundo, não passe das semifinais. Se forem finalistas, os Bryan assumirão a ponta na corrida da temporada.

No primeiro set, os norte-americanos foram firmes com o saque, não deram chances de quebra aos rivais e conseguiram dois break-points no decorrer da disputa. Os Bryan perderam o primeiro, no segundo game, mas no décimo não deixaram a chance escapar, bateram o serviço do mineiro e do britânico e largaram na frente.

A resposta de Soares e Murray veio com tons dramáticos. Eles chegaram a abrir 4/2 no segundo set, mas perderam a vantagem e tiveram que definir a sorte no tiebreak, que acabou nas mãos da parceira mineiro-britânica com um simples mini-break de diferença.

O match-tiebrak decisivo começou com os Bryan melhores e uma dianteira de 3-0, que depois virou um 6-5 para Bruno e Jamie. Só que depois disso, os norte-americanos cederam apenas mais um ponto ao mineiro e ao britânico, faturaram cinco dos seis pontos seguintes e rumaram para a vitória.

"Mais uma vez foi um jogo decidido no detalhe. O jogo poderia ter caído para qualquer lado, mas foi pro lado deles. Ainda não tivemos um grande resultado no saibro, mas estamos jogando bem e quando isso acontece é mais importante. O duro é quando você está perdendo e jogando mal. Obviamente a gente quer voltar a estar entre os primeiros e ganhando torneios, mas já deu pra dar uma animada. Agora vamos para Roma, continuar esse trabalho para voltar às vitórias mais frequentes", falou Bruno.

Comentários
Raquete novo
Mundo Tênis