Notícias | Dia a dia
Paulo André empolga público, mas acaba superado
11/05/2018 às 08h00

Lindell garantiu sua vaga nas quartas de final

Foto: João Pires/Fotojump

Brasília (DF) - Depois de marcar seu primeiro ponto no ranking mundial, Paulo André Saraiva dos Santos parou nas oitavas de final do Circuito Internacional de Tênis, nesta quinta-feira. Apesar do apoio da torcida, o brasiliense de 17 anos foi superado pelo principal favorito, o sueco-carioca Christian Lindell, que anotou parciais de 6/3 e 6/0, no Clube do Exército.

Mesmo sem avançar nesta quinta, Paulo André tem muito o que comemorar. Entrou com um convite na chave principal e logo no seu primeiro torneio profissional, venceu a partida de estreia de um argentino e entrou para o ranking mundial da ATP. Filho de pedreiro e diarista, sua história de superação é um exemplo para o país.

“Este torneio significou muita coisa para mim. Consegui conquistar meu objetivo principal que era marcar o primeiro ponto, para conseguir entrar nos qualis de outros futures. Sem contar a grande experiência de jogar com todas essas pessoas acompanhando minha partida. Obrigado a todos que torceram por mim”, conta o tenista de Brasília.

“Hoje, tentei desfrutar da partida com o Lindell. Comecei bem, o jogo estava bem equilibrado. Quando saquei em 3/4, no 30-30, eu fiz uma jogada errada, depois no 30-40, ele jogou bem e conseguiu a quebra. E depois sacou muito bem. No segundo set, acho que minha intensidade caiu um pouco, mas mentalmente eu estava querendo tentar igualar o jogo. Mas, ele conseguiu ganhar os pontos importantes, foi abrindo vantagem e saiu vencedor do confronto", analisa Paulo Saraiva.

Lindell, 392º do mundo, também reconheceu o potencial de Paulo André. “O primeiro set foi muito parelho, ele entrou muito animado, jogou muito bem no início, me surpreendeu um pouco o nível dele, foi muito bom. Li a história dele, achei incrível. Joga tênis há apenas seis anos e já está em um nível elevado. Ele joga muito bem, tem ótimos golpes, desejo toda a sorte para ele”, afirma o sueco, que nas quartas de final enfrenta Nicolas Santos.

Comentários
Loja - livros
Calhau