Notícias | Dia a dia
Irmãos Bryan brigam pela ponta com Kubot em Madri
07/05/2018 às 08h39

Os Bryan não lideram o ranking desde 2015

Foto: Arquivo

Miami (EUA) - O ranking de duplas pode sofrer alterações no topo nesta semana no Masters 1000 de Madri. Atuais campeões, mineiro Marcelo Melo e o polonês Lukasz Kubot defendem bem mais pontos do que os rivais mais próximos e correm o risco de perderem lugares na lista individual.

Os principais concorrentes seriam o croata Mate Pavic e o austríaco Olivier Marach, mas eles estão de fora do saibro madrilenho e por isso os perseguidores mais próximos do atual número 1 Kubot são os irmãos norte-americanos Bob e Mike Bryan, que começam o torneio precisando descontar 480 pontos.

Bob e Mike sabem muito bem o que é vencer na capital espanhola e já comemoraram cinco títulos lá. Os irmãos gêmeos norte-americanos buscarão uma sexta taça e a liderança do ranking novamente. A última vez que eles ostentaram o posto de número 1 do mundo foi em 19 de outubro de 2015.

Correndo por fora na disputa pelo posto de melhor do mundo está o australiano John Peers, atual 7 do mundo, que precisa conquistar o título em Madri ao lado do finlandês Henri Kontinen e torcer contra os rivais para poder assim debutar na liderança do ranking individual de duplas.

Comentários
Raquete novo
Mundo Tênis