Notícias | Dia a dia
Ao lado de Norman, Wawrinka quer voltar em Roma
05/05/2018 às 08h49

Wawrinka não joga desde o final de fevereiro

Foto: Arquivo

Lausanne (Suíça) - Atual vice-campeão do Masters 1000 de Madri, o suíço Stan Wawrinka ainda não está 100% fisicamente e por isso não irá jogar na capital espanhola. Afastado do circuito desde a surpreendente queda na primeira rodada do ATP 250 de Marselha, ele tirou um tempo para buscar uma melhor forma e pretende retornar no Masters 1000 de Roma.

"Desisti de Madri um pouco por precaução, pois perdi 10 dias de treinamento por causa de uma lesão na panturrilha", explicou o atual 25 do mundo, que neste período longe do circuito trouxe de volta, pelo menos por algum tempo, o sueco Magnus Norman ao seu time.

"Estou agora em um bloco de duas semanas de treinos com a ajuda de Magnus Norman. Minha meta é voltar com tudo e na melhor forma, acho que conseguirei fazer isso a longo prazo. Já estou treinando 100%, meu joelho está bom e vejo uma luz no fim do túnel", comentou o suíço de 32 anos, que operou o joelho no ano passado e sentiu algumas dores no começo da temporada.

Justamente por causa dessas dores no joelho, Wawrinka optou por fazer mais uma pausa e focar na recuperação física. Por isso, ele acabou perdendo os Masters 1000 de Miami e Indian Wells e ficou de fora também de Montr Carlo e agora também de Madri. Com o retorno marcado para Roma, ele pode jogar um torneio a mais na semana seguinte para chegar melhor em Roland Garros

"Sinto que precisarei de algumas partidas para pegar ritmo e por isso talvez eu peça um convite para jogar em Genebra ou Lyon", falou o suíço, que no ano passado disputou e venceu o ATP 250 de Genebra, onde também se sagrou campeão na temporada de 2016.

Comentários
Loja - camisetas
Suzana Silva