Notícias | Dia a dia
Nutricionista questiona dieta exagerada de Djokovic
02/05/2018 às 14h00

Djokovic tenta recuperar seu melhor tênis após lesão no cotovelo

Foto: Arquivo

Zurique (Suíça) - O nutricionista suíço Jurg Hosli questionou a dieta exagerada do sérvio Novak Djokovic e sua obsessão por alimentos saudáveis, afirmando que ela pode ter consequências negativas a longo prazo. Ele aconselhou o ex-número 1 do mundo a voltar lentamente a consumir carboidratos e aumentar a ingestão de açúcar.

De acordo com o especialista, um 'distúrbio alimentar' pode estar atrapalhando a recuperação de Djokovic. "Sempre o admirei por sua atitude e movimentação em quadra, mas quando fiquei sabendo da sua drástica mudança na dieta fiquei me perguntando quando uma crise poderia acontecer", escreveu Hosli no Facebook.

"Estamos vendo um tipo de anorexia que é definido por uma obsessão por uma dieta apenas com alimentos saudáveis ou pretensamente saudáveis. Djokovic tomou uma decisão sem pensar no longo prazo. Reduzir carboidratos e cortar totalmente o açúcar é um grande erro", falou o nutricionista.

"No começo você se sente mais forte, pois as células conseguem guardar mais oxigênio, mas vai produzindo cada vez menos ácido lático. No momento em que você para de produzir ácido lático, os resultados se tornam dramáticos", completou Hosli, que criticou a dieta sem glúten e sem carne de Djokovic.

Ele acredita que o sérvio vá atingir o limite de sua força, sofrendo então com estresse e diminuição do sono. "O que acontece com Djokovic é que ele tem um metabolismo anaeróbico total causado por sua dieta e que vai levá-lo à fadiga física. O que ajudaria? Comer mais carboidratos aos poucos, que também produzirá mais lactato, mas o corpo precisa aprender com isso", finalizou.

Comentários
Raquete novo
Mundo Tênis