Notícias | Dia a dia
Bellucci vai às quartas nos EUA, Clezar se despede
25/04/2018 às 18h34

Bellucci enfrentará rival boliviano nas quartas de final em Tallahassee

Foto: Jacob Stuckey/Dilvulgação

Tallahassee (EUA) - Os dois brasileiros em quadra nesta quarta-feira pelas oitavas de final do challenger de Tallahassee tiveram destinos opostos. Enquanto Thomaz Bellucci marcou sua segunda vitória no torneio norte-americano de US$ 75 mil disputado em quadras de saibro verde, Guilherme Clezar se despediu da competição.

Bellucci esteve em quadra por apenas 1h20, tempo suficiente para marcar as parciais de 6/3 e 6/2 contra o cabeça 8 sérvio Miomir Kecmanovic, jovem de 18 anos e 201º do ranking. Garantido nas quartas e em busca de sua primeira semifinal da temporada, o paulista de 30 anos e 222º do ranking enfrentará o boliviano Hugo Dellien, 172º colocado e embalado pelo título do challenger de Sarasota.

Sem resultados a defender nesta semana, Bellucci já garantiu quinze pontos no ranking. Ele pode receber 29 pontos se for semifinalista, 48 com o vice-campeonato e 80 em caso de título. O canhoto paulista, que já foi 21º do mundo, pode voltar ao top 200 se for finalista da competição.

Embora tenha sido quebrado no game de abertura, Bellucci rapidamente encontrou um bom ritmo de saque. O paulista não enfrentaria mais break points no restante do set inicial e cedeu apenas mais seis pontos em seus games de serviço na parcial. Ainda assim, demorou algum tempo para que o ex-top 30 conseguisse pressionar o jovem adversário.

Kecmanovic vinha sacando bem, mas um voleio errado no sexto game abriu a porta para Bellucci. Ainda que o sérvio tenha sacado bem nos dois primeiros break points que enfrentou, a quebra aconteceria após um erro não-forçado. Dois games mais tarde, o paulista contou com duas duplas faltas do rival e ainda fez um bom drop shot e um winner de backhand para voltar a quebrar.

Depois de vencer os últimos cinco games do primeiro set, Bellucci manteve o embalo no começo da parcial seguinte. O paulista era quem dominava as ações do fundo de quadra e liderou por 2/0, chegando a vencer sete games seguidos na partida. O jovem sérvio até buscaria o empate, mas sofria com devoluções agressivas e mudanças de direção impostas pelo paulista, que quebraria mais duas vezes. No saque, Bellucci foi firme em seus últimos games para voltar a vencer.

Já o gaúcho Guilherme Clezar perdeu o duelo sul-americano para o chileno Christian Garin, 220º do ranking, por 6/4 e 6/2. Atual 235º colocado, Clezar tem como recorde pessoal o 153º lugar alcançado em agosto de 2015. Ele defendeu apenas sete dos 15 pontos que tinha a descontar na semana.

Comentários
Raquete novo
Mundo Tênis