Notícias | Dia a dia
Djokovic oscila muito e acaba eliminado na estreia
25/04/2018 às 09h57

Djokovic tem duas derrotas em dois jogos em Barcelona

Foto: Divulgação

Barcelona (Espanha) - Não durou muito a incursão do sérvio Novak Djokovic no ATP 500 de Barcelona. Convidado de última hora da organização, ele oscilou muito em sua estreia no saibro catalão e parou logo na estreia, superado pelo eslovaco Martin Klizan, que depois de 1h39 fechou o jogo com o palcar final 6/2, 1/6 e 6/3.

Em sua segunda aparição no torneio, sendo a outra mais de 10 anos atrás, quando era apenas o 66 do mundo, o tenista de Belgrado segue sem conseguir uma vitória na competição. Em 2006, ele também acabou derrotado logo na estreia, parando diante do espanhol Daniel Gimeno.

O atual número 12 do mundo terminou a partida não só com mais erros não forçados do que Klizan (22 a 19), mas também com menos bolas vencedoras (19 a 24). Esta foi a primeira vez que ele perdeu para o eslovaco de 24 anos em cinco embates.

Ainda em busca de uma melhor forma, Djokovic teve um início da partida errático, foi quebrado logo no primeiro game e voltou a perder o saque no quinto. Do outro lado, Klizan mostrou firmeza e impediu que o sérvio tivesse alguma chance de reação. Ele administrou bem a vantagem e abriu 1 set a 0 no marcador.

Na segunda parcial os papéis se inverteram e foi a vez do sérvio ser superior. Com breaks no quarto e sexto games, o ex-número 1 do mundo tratou de empatar o jogo e levar a definição para o terceiro set, que foi o mais equilibrado de todos e só foi definindo na reta final.

Djokovic e Klizan foram mantendo os serviços sem grandes sustos até o oitavo game, em que o sérvio deu uma vacilada e acabou quebrado. O eslovaco sacou para o jogo na sequência e fechou a partida no segundo match-point que teve, tendo agora pela frente o espanhol Feliciano López, contra quem jogou uma vez e foi derrotado, neste ano em Roterdã.

Comentários
Raquete novo
Mundo Tênis