Notícias | Dia a dia
Bellucci, Feijão e Clezar sobem; Sell tem arrancada
23/04/2018 às 08h26

Sell ocupa o melhor ranking da carreira

Foto: Arquivo

Miami (EUA) - O ranking dos tenistas brasileiros na ATP ainda continua ruim, sem um sequer no top 100 e com apenas dois no top 200, mas nesta segunda-feira ao menos tivemos subidas dos principais representantes nacionais. Ainda que pouco, os paulistas Thomaz Bellucci e João "Feijão" Souza e o gaúcho Guilherme Clezar ganharam algum terreno.

Bellucci não passou da segunda rodada no challenger de Sarasota, mas mesmo assim conseguiu ganhar dois lugares e agora é o 222 do mundo. Clezar foi um pouco melhor no torneio, alcançou as quartas e melhorou seis colocações na lista, indo para a 235ª posição. Já Feijão apenas furou o quali do challenger de Guadalajara, subiu oito postos e voltou ao top 300 como o 297º.

Um pouco mais embaixo quem se destacou foi o catarinense Karue Sell, que viu os pontos pela conquista do future US$ 25 mil de Little Rock, o terceiro de sua carreira, serem enfim computadas. Com isso, o tenista de 24 anos deu uma bela arrancada de 91 lugares e foi para a 417ª colocação, a melhor da carreira até então.

O melhor brasileiro no ranking continua sendo o paulista Rogério Silva, que se manteve na 125ª posição. Ele se deu bem e furou o quali do ATP 500 de Barcelona, mas como defende 20 pontos nesta semana precisa ganhar pelo menos um jogo no saibro catalão para não perder terreno.

Logo atrás dele está o cearense Thiago Monteiro, que não teve a mesma sorte no quali do ATP 250 de Budapeste e acabou eliminado na última rodada. Mesmo assim, ele pode voltar a ser o número 1 do Brasil se Rogerinho não conseguir vencer mais um jogo nesta semana.

Comentários
Loja - camisetas
Suzana Silva