Notícias | Copa Davis
Alemães vencem batalha de 4h40 e pressionam Nadal
07/04/2018 às 14h08

Struff e Puetz colocaram a dupla alemã na liderança do confronto

Foto: Paul Zimmer/ITF

Valência (Espanha) - Uma batalha de 4h40 colocou a Alemanha na frente no duelo contra a Espanha pelas quartas de final da Copa Davis. Tim Puetz e Jan-Lennard Struff levaram a melhor contra os campeões de Roland Garros Marc e Feliciano López por 6/3, 6/4, 3/6, 6/7 (4-7) e 7/5 para liderar a série disptuada em quadra de saibro instalada na Praça de Touros em Valência.

Com a vantagem alemã no confronto, Rafael Nadal fica obrigado a vencer seu jogo deste domingo para manter vivas as chances espanholas de uma vaga na semifinal. O número 1 do mundo atua a partir das 6h (de Brasília) contra o quarto colocado Alexander Zverev. Nadal levou a melhor em todos os três duelos anteriores contra o jovem alemão de apenas 20 anos.

Para um eventual quinto jogo, o capitão espanhol Sergi Bruguera tem opções experientes como David Ferrer e o próprio Feliano López, além do 17º do ranking Roberto Bautista Agut. A Alemanha pode contar com o veterano Philipp Kohlschreiber, além de Jan-Lennard Struff ou o jovem Maximilian Marterer.

Os alemães sequer enfrentaram um break point no primeiro set, em que cederam apenas sete pontos nos games de serviço, e aproveitaram uma das quatro chances de quebra que tiveram. A dinâmica da parcial seguinte foi parecida, novamente favorecendo a equipe visitante, sendo que os espanhóis perderam cinco break points.

Já no terceiro set, a dupla da casa foi firme no saque e não enfrentou break points além de aproveitar uma das seis chances criadas para enfim quebrar o serviço dos alemães. Os espanhóis ficaram a um game da derrota no quarto set, quando perdiam por 5/4. Pouco depois, López e López conseguiram a quebra e sacaram para o set, mas não aproveitaram a chance e só conseguiram definir a parcial no tiebreak.

Com praticamente uma hora de duração, o quinto set foi marcado pelo equilíbrio e pelas oportunidade criadas em ambos os lados. Puetz foi fundamental em game de saque de seu parceiro, com grande atuação junto à rede nos cinco break points que enfrentou. Em três games distintos, os espanhóis foram ameaçados e uma quebra no 11º game foi decisiva.

Donos de três títulos da Davis, em 1988, 1989 e 1993, os alemães tentam chegar à uma semifinal pela primeira vez desde 2007. A equipe germânica seria visitante tanto contra a França, quanto contra a Itália. A Espanha também jogaria fora de casa uma eventual semi contra os dois possíveis adversários.

Comentários
Faberg
Roland Garros Series