Notícias | Dia a dia
Federer age errado ao escolher torneios, diz Tiriac
05/04/2018 às 10h20

Federer jogou pela última vez em Madri em 2015

Foto: Arquivo

Madri (Espanha) - Pelo segundo ano seguido o suíço Roger Federer resolveu pular toda a temporada do saibro europeu e ir direto do Masters 1000 de Miami para a grama pré-Wimbledon. A decisão foi duramente criticada pelo romeno Ion Tiriac, ex-top 10 e campeão de Roland Garros nas duplas em 1970, ao lado do compatriota Ilie Nastase.

"Roger Federer é certamente o melhor jogador de todos os tempos, mas não tem agido corretamente. Não acho que essa postura sua seja justa", comentou Tiriac em entrevista para o jornal alemão Bild, afirmando que o suíço erra ao escolher os torneios que quer participar.

O romeno garante que tal postura não seria bem vista em qualquer outro tipo de atividade esportiva. "Lewis Hamilton não diz que chega de competir depois de disputar apenas cinco corridas de F1 alegando apenas que não quer mais", disparou o ex-tenista profissional.

Só que Tiriac é parte interessada no assunto, uma vez que é o dono da data do Masters 1000 de Madri (também um Premier da WTA), que não tem podido contar com a presença de Federer nos últimos anos por causa da decisão do tenista da Basileia de não disputar um torneio sequer no saibro.

Além de alfinetar as escolhas do suíço, Tiriac também voltou a reclamar da premiação igualitária a homens e mulheres. "Misturam política com negócio. Em Madri, nós damos o mesmo prêmio no masculino e no feminino, mas a receita das mulheres é de apenas 25%", disse. "Alguns homens então me perguntam: 'Ion, por quanto tempo você vai pagar as mulheres com o meu dinheiro'", encerrou o polêmico romeno de 78 anos que teve como melhor ranking na época de profissional a oitava colocação.

Comentários
Raquete novo
Mundo Tênis