Notícias | Dia a dia
Feijão é eliminado em duelo de 3 horas no México
27/03/2018 às 18h35

Feijão chegou a sacar para o jogo no segundo set da partida

Foto: Arquivo

San Luis Potosi (México) - Em sua estreia no challenger de San Luis Potosi, João Souza, o Feijão, sofreu uma dura derrota. O paulista chegou a sacar para o jogo no segundo set, mas perdeu para o jovem colombiano de 21 anos Daniel Galan por 6/7 (2-7), 7/6 (7-4) e 7/5 em 3h07 de partida pela rodada inicial do torneio de US$ 50 mil no saibro mexicano.

Com a derrota para Galan, 286º do ranking e convocado como número 1 da Colômbia para o duelo contra o Brasil na Copa Davis, Feijão segue sem vencer em chaves principais este ano. Em 2018, o paulista de Mogi das Cruzes só venceu dois jogos em qualis de ATP e outros dois em qualis de challenger.

Ex-número 69 do ranking, Feijão aparece atualmente apenas no 291º lugar. O jogador de 29 anos pode perder posições na próxima segunda-feira, isso porque ele tem oito pontos a descontar no dia 2 de abril.

Algoz de Feijão no México, Galan pode enfrentar nas oitavas o paulista Thomaz Bellucci, que estreia ainda nesta terça-feira contra o argentino Andrea Collarini. Outro brasileiro em quadra será o paulista Pedro Sakamoto, que veio do qualificatório, e desafia o argentino Federico Coria.

Feijão conseguiu a primeira quebra da partida ainda no game de abertura e não havia enfrentado break points até o momento de sacar para o set, quando permitiu o empate ao adversário. Depois de criar oito chances de quebra durante o set inicial, o paulista foi dominante em seu saque no tiebreak e contou com erros e duplas faltas do rival para fechar o set.

A parcial seguinte começou favorável ao colombiano, que foi o primeiro a quebrar e liderou por 3/2. Feijão reagiu de imediato e venceu três games seguidos. Sacando para o jogo, o paulista foi novamente quebrado e um novo tiebreak foi necessário. Desta vez, foi Galan quem se manteve firme no saque e Feijão perdeu um ponto em seu serviço ao cometer um erro com o forehand.

Uma quebra na abertura do set decisivo favoreceu Feijão, que só havia perdido dois pontos em seus games de serviço até o momento de liderar por 4/2. O paulista teve chances de voltar a quebrar e ampliar a vantagem, mas não as aproveitou e permitiu o empate ao colombiano no oitavo game. Feijão ainda esteve a um game da vitória quando liderava por 5/4, mas Galan confirmou o saque com tranquilidade e voltaria a quebrar no último game da partida para consolidar a virada.

Comentários
Loja - livros
Suzana Silva