Notícias | Dia a dia
Vulnerável, Djokovic perde a segunda estreia seguida
23/03/2018 às 17h32

Djokovic não perdia na estreia de dois torneios seguidos desde 2006

Foto: Arquivo

Miami (EUA) - Assim como havia acontecido há duas semanas em Indian Wells, Novak Djokovic não passou da estreia no Masters 1000 de Miami. Dono de seis títulos no torneio, o sérvio esteve longe de seu melhor nível e foi facilmente superado pelo francês Benoit Paire por 6/3 e 6/4 em apenas 1h07 de partida.

A última vez que Djokovic havia perdido na estreia de dois torneios seguidos aconteceu em 2006. No saibro de Monte Carlo, ele perdeu para Roger Federer em três sets. Já em Barcelona, seu algoz foi o espanhol Guillermo Garcia López. O sérvio tinha 18 anos e era 67º do ranking.

Djokovic defendia uma invencibilidade de 16 jogos em Miami. De suas seis conquistas, três consecutivas aconteceram entre 2014 e 2016. Ele não jogou a edição do ano passado do Masters 1000 da Flórida. Ainda voltando de lesão no cotovelo direito, o sérvio de 30 anos só jogou três torneios em 2018 e acumula apenas três vitórias.

Algoz de Djokovic, Paire marcou sua primeira vitória em dois jogos contra o ex-número 1 do mundo e atual 12º do ranking. O francês de 28 anos e 47º do ranking terá mais um sérvio pela frente, o cabeça 22 Filip Krajinovic que venceu o britânico Liam Broady por 6/3 e 6/2.

Desde o início da partida, chamava atenção o fato de Djokovic oferecer pouca resistência defensiva ao adversário e que as bolas disparadas pelo sérvio ficavam muito curtas e fáceis para que Paire definisse os pontos com tranquilidade. O ex-número 1 venceu pouco mais da metade dos pontos disputados em seu saque, 31 de 55 possíveis, enfrentou oito break points e permitiu quatro quebras ao rival.

Com seis aces no set inicial e apenas seis pontos perdidos no saque, Paire sequer enfrentou break points. O francês quebrou pela primeira vez no sétimo game e repetiu a dose pouco depois, quando o sérvio deixou escapar um 40-0. Durante a parcial de apenas 30 minutos, Paire liderou nos winners por 13 a 7 e cometeu sete erros contra nove de Djokovic.

O segundo set teve roteiro parecido, com Djokovic sendo ameaçado já em seu primeiro game de serviço. Paire foi o primeiro a quebrar e chegou a liderar por 4/2. Mesmo permitindo o empate, bastou ao francês esperar por erros ou bolas sem peso do sérvio para voltar à frente no placar e vencer o jogo. Além da vantagem por 25 a 14 em winners, Paire também liderou com folga a estatística nos pontos mais curtos, ao vencer 44 e perder 27. Houve apenas sete ralis, dos quais cinco favoreceram ao sérvio.

Comentários
Raquete novo
Mundo Tênis