Notícias | Dia a dia
Monteiro cai para australiano, Rogério tenta vaga
19/03/2018 às 20h39

Monteiro agora segue para challenger mexicano no saibro

Foto: Arquivo

Miami (EUA) - Último brasileiro a estrear no qualificatório para o Masters 1000 de Miami nesta segunda-feira, Thiago Monteiro foi eliminado ainda na rodada de estreia. O cearense perdeu por 6/2 e 6/3 para o australiano de 21 anos Thanasi Kokkinakis, ex-top 70 e atual 175º do ranking.

Monteiro tentava disputar o quarto Masters 1000 de sua carreira. Ele esteve nas edições de Indian Wells e Miami do ano passado e também atuou no saibro de Roma. O próximo compromisso do canhoto de 23 anos será o challenger mexicano no saibro de San Luis Potosí, na semana que vem.

Como atuou na edição passada em Miami entrando diretamente na chave, Monteiro terá descontados do ranking os 10 pontos que não conseguiu defender na Flórida. Entretanto, o prejuízo será minimizado porque ele tem 6 pontos do challenger francês de Blois que atualmente não estão contabilizados entre seus 18 resultados válidos para o ranking.

Ataul 125º colocado no ranking mundial, Monteiro perdeu uma posição em relação a última atualização do ranking, divugada há duas semanas. A melhor marca da carreira do cearense foi alcançada em abril do ano passado, quando ele ocupou o 74º lugar.

Com a derrota de Monteiro e a eliminação de João Souza, o Feijão, o único brasileiro a tentar vaga na chave principal em Miami será Rogério Dutra Silva. Vindo de vitória por 6/2, 5/7 e 6/2 sobre o norte-americano Kevin King, o paulista de 34 anos e 115º do ranking volta à quadra nesta terça-feira. Rogerinho encara o canadense Peter Polansky, 126º do mundo, a partir das 13h (de Brasília).

O único duelo anterior entre Rogerinho e Polansky foi vencido pelo paulista, na final do challenger do Panamá de 2012. Em caso de nova vitória sobre o experiente canadense de 29 anos, o número 1 do Brasil disputará a chave principal de um Masters 1000 pela terceira vez na carreira.

Comentários
Loja - camisetas
Suzana Silva